21:14 :: 25/03/2017
Publicidade

Record planeja série sobre grandes vilões da Bíblia

Da Redação 20:05 :: 12/03/2017
Publicidade


Cristianne Fridman assina próxima série bíblica da Record, “Jezabel – A Rainha Má”

Engana-se quem pensa que, com a conversão das séries religiosas em novelas, a Record abriu mão do gênero. Cristianne Fridman, autora da novela das 19h que substituirá “Belaventura” – baseada no best-seller bíblico “Casamento Blindado” – prepara um roteiro nesta linha para exibição em 2018: uma série de 10 capítulos alocada num projeto internamente chamado “Os Grandes Vilões da Bíblia”.

Segundo o jornalista Flávio Ricco, a sinopse entregue pela autora já está aprovada. A primeira produção, “Jezabel – A Rainha Má”, contará a história da dominadora esposa do rei Acabe, que liquidou os inimigos de seu marido e ordenou a morte de profetas. Mesmo sem ter a garantia de sucesso, a emissora já pensa em adaptar as histórias de Judas, que traiu Jesus, e de Caim, que matou o irmão Abel.

O projeto visa “oxigenar” a teledramaturgia da Record – que segue, porém, restrita ao filão bíblico. Em meio ao desmanche do setor, com a demissão de Renato Modesto e Margareth Boury e uma provável não renovação com Carlos Lombardi, o canal quer colocar autores e diretores para trabalhar na produção de conteúdos “extra-novelas”.

Entre 2010 e 2014, a Record investiu em séries religiosas. Desta safra, saíram “A História de Ester”, “Sansão e Dalila”, “Rei Davi”, “José do Egito” e “Milagres de Jesus”; quase todas escritas por Vivian de Oliveira, hoje principal contratada do canal, devido ao êxito de “Os Dez Mandamentos” e as expectativas para a estreia de “O Apocalipse”, sua próxima novela.


O RD1 coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, basta clicar no ícone indicado para reprovação que existe ao lado de cada comentário – com 3 “negativos” esse comentário é excluído automaticamente.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.