6 cenas envolvendo o embate entre Maria do Carmo e Nazaré que ficaram de fora do “Vale a Pena Ver de Novo”

Divulgação / TV Globo
Embate entre Maria do Carmo e Nazaré ganhou uma versão light no “Vale a Pena Ver de Novo”

A re-exibição de “Senhora do Destino” no “Vale a Pena Ver de Novo” vem passando por diversos cortes grotescos para se adaptar à classificação de 10 anos. No capítulo exibido nesta terça-feira (25), que marcou o tão acerto de contas entre Maria do Carmo (Susana Vieira) e Nazaré (Renata Sorrah), várias cenas decisivas ficaram de fora e comprometeram o entendimento da história.

O RD1 listou 6 cenas importantes que não foram exibidas, confira:

Surra na sequestradora não foi exibida nem pela metade

O espancamento que virou briguinha

Na cena original, Maria do Carmo dispara vários chutes e socos na rival. Toda a ação dura 37 segundos. Na edição do “Vale a Pena Ver de Novo”, tudo foi mostrado em apenas 14 segundos, menos da metade do tempo. Os trechos mais importantes da briga, nos quais Nazaré chega a ficar com a boca toda ensanguentada, não foram mostrados.

Diversão de Djenane e Jacques passou por despercebida no “VPVD”

A transa oportunista 

Na ausência de Nazaré Tedesco, Djenane (Elizangela) aproveita o quarto livre da amiga para ter uma noite quente com Seu Jacques (Flávio Migliaccio). A festinha particular, no entanto, é encerrada com um flagrante de Cláudia (Leandra Leal), Alberto (Thiago Fragoso) e Isabel (Carolina Dieckmann). Na reprise, apenas a reação de inconformismo de Alberto, minutos depois de flagrar o pai com a ex-prostituta, é mostrada, deixando o público sem saber o que Djenane e Jacques aprontaram.

Nazaré tentou dar tesourada em capanga

Pisando em cachorro morto

A presença do capanga contratado por Giovanni Improta (José Wilker), tripudiando sobre a desgraça de Nazaré também ficou de fora da edição. Na versão original, o rapaz diz para a vilã que daquele jeito ela “nunca mais vai arranjar alguém para dar uma sapecada”. Por conta da linguagem considerada imprópria para o horário, a cena ficou de fora. O capanga também rouba o dinheiro da bandida, fato que o público só ficou sabendo por uma conversa de Do Carmo com Dirceu (José Mayer). O momento que mostra Nazaré tentando dar uma tesourada no rapaz também foi ignorada.

Reprodução
Nazaré usou vassoura para conseguir voltar para casa

“A Jararaca está viva!”

Quando enfim consegue juntar forças para se levantar do chão, Nazaré percebe que está toda quebrada e mal consegue andar. Para sair do galpão, ela usa uma vassoura velha como muleta. Como a Globo evitou toda as cenas que mostraram a personagem com hematomas aparentes, a sequência ficou de fora.

Reação memorável de Claudinha ao ver Nazaré “surrada” não pôde ser mostrada 

O prazer que Cláudia não teve

Depois de dar uma forcinha para o encontro entre Maria do Carmo e Nazaré, Claudinha (Leandra Leal) se mostra apressada para ir para casa e ver a madrasta chegando toda destruída. Na cena original, a órfã tem um ataque de riso ao vê-la ferida. Esse momento, porém, foi totalmente excluído na reprise.

Reprodução
Desculpa esfarrapada de Nazaré não foi mostrada

A versão de Nazaré

Na exibição original, Nazaré explica para a família que sofreu uma tentativa de estupro. “Foram dois homens que tentaram me agarrar. Me levaram pra um terreno baldio e tentaram fazer gato e sapato de mim”, mente. Ao dizer que a mãe deveria prestar queixa na polícia, Nazaré se desespera e diz que não pretende envolver as autoridades no caso. A resposta da megera foi cortada na edição.

AvatarDaniel Ribeiro
Daniel Ribeiro cobre televisão desde 2010. No RD1, ao longo de três passagens, já foi repórter e colunista. Especializado em fotografia, retorna ao site para assinar uma coluna que virou referência enquanto esteve à frente, a Curto-Circuito. Pode ser encontrado no Twitter através do @danielmiede ou no danielribeiro@rd1.com.br.
Veja mais ›