“A cada 50 capítulos, a história mexe por completo”, diz autor de “Boogie Oogie”

rd-rui-vilhena-materia
Rui Vilhena é o autor de “Boogie Oogie”

“Boogie Oogie” estreia na próxima segunda-feira (04) substituindo “Meu Pedacinho de Chão”, que sairá do ar empatada com “Joia Rara”, ambas com a pior audiência da faixa das 18h. A história de Rui Vilhena entrará em cena com a expectativa de recuperar os índices perdidos pela Globo.

Ao “F5”, o estreante em folhetins solo no Brasil prometeu uma trama repleta de reviravoltas. “‘Boogie Oogie’ é uma caixa de Pandora. A cada 50 capítulos, a história mexe por completo, é como se ela começasse toda outra vez. E ela já foi criada nesse sentido. Então, neste aspecto, estou muito seguro”, cravou.

Apesar de os personagens da trama surgirem assistindo produções da década de 1970, pano de fundo de “Boogie Oogie”, Vilhena disse não ter problema o fato de Francisco Cuoco, por exemplo, estar no elenco de “O Astro”, um dos folhetins que serão conferidos pelo televisor. “Essa novela tem um tom muito realista. Não quero misturar novelas em que ele participou com a personagem. Pode quebrar um pouco a fantasia. Às vezes você não vê bem a novela na cena. Há referências do gênero, piadinhas, pequenas coisas”, finalizou.

CONTINUE LENDO →
Álvaro Penerotti

Álvaro Penerotti sempre foi bastante engajado a tudo que envolve o mundo da TV e Famosos. Com intensa vivência na área de jornalismo e mídias sociais, já trabalhou em rádio e também em importantes veículos de comunicação na web. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @AlvaroPenerotti.