“A Lei do Amor”: Isabela regressa, sob nova identidade, no dia do casamento de Tiago

Tiago (Humberto Carrão), neto de Magnólia (Vera Holtz), se torna alvo de vingança em “A Lei do Amor”

Sabe-se lá porquê os autores de “A Lei do Amor” decidiram redimir a antipática Letícia (Isabella Santoni), rechaçada pelos grupos de discussão do atual folhetim das nove. Convertida em uma mocinha aprazível e trabalhadora, a filha de Helô (Cláudia Abreu) reconquista Tiago (Isabella Santoni). Mas a união não será nada feliz, no que depender de Isabela (Alice Wegmann). Desaparecida há tempos, a moça regressa nos capítulos de janeiro decidida a punir o ex-namorado, justamente no dia em que este sobe ao altar com a prima.

Até o seu retorno ao vídeo, Isabela surgirá apenas ao telefone, com Flávia (Maria Flor). A DJ é quem vai se encarregar de contar todas as novidades de São Dimas à vingativa. E também de fazer a presença da garçonete ser notada por Tiago: às vésperas da cerimônia, a filha adotiva da Salete (Cláudia Raia) dá um jeito de fazer com que um porta-retrato com a foto de Isabela chegue até o executivo.

Eis que no momento em que Tiago e Letícia se entregam um ao outro, no altar, Isabela surge, de óculos escuros, sentando-se no último banco da igreja. Para destruir o rapaz que ela julgar ter sido responsável por sua quase-morte, a moça passará a usar a identidade de Marina.

Tal plot não é propriamente novo: em “Selva de Pedra” (1972), Simone (Regina Duarte) usava o nome de sua irmã, Rosana, para vingar-se de Cristiano (Francisco Cuoco), o marido que arquitetara sua morte. Arrependido, Cristiano não consegue se casar com Fernanda (Dina Sfat), a ricaça que o ajudaria em sua ascensão social. Seria a trama de Isabela/Marina mais uma referência novelística de “A Lei do Amor”?