Câmeras e camisas de futebol são proibidas em festa gay de Anitta, Claudia Leitte e Karol Conka

Anitta proíbe câmeras e camisas de futebol em festa gay com Claudia Leitte e Karol Conka
Anitta levar festa “Combatchy” para São Paulo

Voltada para o público LGBT e idealizada por Anitta, a festa “Combatchy”, que acontece no dia 19 de novembro, no Espaço das Américas (São Paulo), mistura performances musicais de artistas que “duelam” no palco montado em formato de ringue. Além da “poderosa”, foram confirmadas as presenças de Claudia Leitte e Karol Conka.

As três cantoras protagonizarão no palco uma uma espécie de “batalha”, que nada mais é do que uma brincadeira criada por Anitta, que acontecerá de forma alternada e por vezes com apresentações em dupla. Haverá também intervenções artísticas de DJs ícones do cenário gay nacional, que apresentarão seus line-ups cheios de músicas atuais e também aquelas que marcaram época.

A assessoria de imprensa do evento divulgou a lista de objetos proibidos na festa: Câmera fotográfica profissional ou semi profissional (câmeras grandes com zoom externo ou que trocam de lente), filmadoras de vídeo, gravadores de áudio, canetas laser, qualquer tipo de tripé, pau de selfie, camisas de time, correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício, inflamáveis em geral, objetos que possam causar ferimentos, armas de fogo, armas brancas, copos de vidro e vidros em geral, frutas inteiras, latas de alumínio, guarda-chuva, jornais, revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similares.

Os ingressos já estão à venda e podem ser comprados nas bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência) ou on-line. A capacidade da casa para este evento é de 7.750.

Saiba Mais:

Disney faz história com primeiro personagem gay em série infantil

Daniela Mercury dispensa cachê para participar de Parada Gay: “Sou artista, não capitalista”

CONTINUE LENDO →

Henrique Brinco é baiano, formado em Comunicação Social pela Unijorge, de Salvador. Atua no jornalismo desde 2008, passando pelas editorias de política, cidades, cultura e entretenimento em diversos portais de notícias, locais e nacionais. Foi por cerca de dois anos editor-chefe do site Varela Notícias, de Raimundo Varela, apresentador da Record Itapoan. Já foi colunista do RD1 anteriormente, por seis anos. Atualmente é repórter de política do jornal Tribuna da Bahia e do site BNews.