Após 90 capítulos, “Salve Jorge” tem audiência de novela das 7 e posto de maior fracasso das 21h

Livia Marine (Claudia Raia), a vilã que não convence
Livia Marine (Claudia Raia), a vilã que não convence

Apesar da ascensão no Ibope, “Salve Jorge” continua aquém da meta de 40 pontos imposta pela Globo para o horário das 21h. O folhetim de Glória Perez tem média-parcial de 30.8 (31) pontos em seus primeiros 90 capítulos, marca apropriada para uma novela das sete.

No mesmo período, as duas últimas antecessoras no horário, isto é, “Avenida Brasil” e “Fina Estampa”, tinham 37.7 (38) e 38.8 (39) pontos respectivamente. Cada ponto equivale a 62 mil domicílios na Grande São Paulo.

A disparidade é tão evidente em relação a todas as tramas já exibidas na faixa, que até mesmo o maior fiasco do horário, a novela “Passione” (2010), de Silvio de Abreu, bate “Salve Jorge”. O folhetim protagonizado por Fernanda Montenegro, Tony Ramos e Mariana Ximenes fechou com média-geral de 35.1 (35) pontos.

Esticada em três semanas devido a problemas de atraso em sua substituta (“Em Nome do Pai”, de Walcyr Carrasco), a trama de Glória Perez, que fica no ar até 7 de junho, encontra-se numa complicada situação. É muito difícil, porém não impossível, que o folhetim “tome” o posto de maior fracasso das 21h de “Passione”.

João Paulo Dell SantoJoão Paulo Dell Santo
João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email jpdellsanto@rd1.com.br.
Veja mais ›