Após reunião com Silvio Santos, Tiago Santiago só escreverá novela em 2013

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

O clima é tenso no departamento de dramaturgia do SBT. Só nesta semana, o canal dispensou o diretor Del Rangel e os colaboradores Renata Dias Gomes, Miguel Paiva e Elliana Garcia, que tentou voltar à Record recentemente.

A emissora alega contenção de despesas, mas fontes que perambulam pela Anhanguera garantem que tudo não passa de uma estratégia para seduzir Nilton Travesso, que, ao ser convidado para ser Diretor de Teledramaturgia da rede, alegou, entre outras coisas, que não poderia assumir o departamento nas atuais condições.

Na última sexta (14), Tiago Santiago foi convocado às pressas para uma reunião com Silvio Santos. Em pauta, as mudanças que serão colocadas em prática na dramaturgia. O autor deve entregar uma sinopse em novembro à emissora, mas dificilmente essa trama será produzida ou gravada em 2012. Ficará, portanto, para 2013, último ano do contrato de Santiago com o SBT

No ano que vem, o canal produzirá apenas o remake de “Carrossel”, de autoria de Íris Abravanel com direção de Reynaldo Boury. Não existem condições operacionais de se fazer alguma coisa além disso. A história infanto-juvenil será gravada durante nove meses, de segunda a sábado. As gravações estavam previstas para começar na segunda (17), mas diante dos últimos acontecimentos não se tem mais essa certeza. A estreia está prevista para o primeiro trimestre de 2012.

Com o anúncio da suspensão de outras tramas para o próximo ano, ganha força na Anhanguera a exibição de “Corações Feridos” na sequência de “Carrossel”.

João Paulo Dell SantoJoão Paulo Dell Santo
João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email jpdellsanto@rd1.com.br.
Veja mais ›