Diego Guebel, agora vice-presidente de televisão da Band.
Diego Guebel, agora vice-presidente de televisão da Band

Na virada desta quarta-feira (14) para quinta-feira (15), a Band reserva suas madrugadas para a exibição de um “caça-níquel”, o “Top Game”. A atração, terceirizada, substitui títulos como “The Walking Dead” e “Os Simpsons” e passa a anteceder os telecultos da Igreja Universal – o “Vídeos Incríveis”, antes transmitido entre as séries e o religioso, com 45 minutos, passará a ter apenas 3.

Esta venda de horário é uma das primeiras medidas tomadas pela emissora, após a troca de comando no seu quadro de diretores. O canal, que passou por uma reestruturação em 2013, conta hoje com um vice-presidente para cada uma de suas plataformas. Marcelo Mainardi, que está deixando o Grupo Band, respondia pela vice-presidência de Comercialização, responsável pelas negociações da rede e afiliadas.

Com a saída de Mainardi, Diego Guebel assume a vice-presidência de televisão, tendo sob seu comando as áreas artística, jornalística, operacional e comercial. O argentino Guebel é um dos fundadores da Cuatro Cabezas, que licenciou formatos como “CQC – Custe O Que Custar” e “A Liga” para a Band. Devido ao êxito destas e outras produções, o diretor ganhou espaço dentro da emissora.

Caberá a Diego Guebel “consertar” a grade do canal, há tempos combalida pela crise financeira que assola todo o país. A venda de horários é uma das formas de ejetar dinheiro no caixa – e, desta forma, poder investir em produção. A Band já tem locado uma faixa nas tardes, também para um “caça-níquel” – “Game Phone” –, e outra no horário nobre, para o missionário RR Soares.


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Não serão aceitos comentários preconceituosos, que façam propaganda e/ou spam de qualquer tipo. Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo ;)