Assistir TV aumenta o risco de desenvolver diabetes, diz pesquisa

Assistir TV pode ser bastante prejudicial à saúde
Assistir TV pode ser bastante prejudicial à saúde

Pesquisadores de uma universidade americana concluíram que, a cada hora em que permanece sentado assistindo à televisão, um indivíduo aumenta em 3,4% as suas chances de adquirir diabetes.

O estudo realizado pelos cientistas abrangeu mais de três mil americanos que estavam acima do peso e durou três anos. A pesquisa relatou que aqueles que ao longo deste período diminuíram o tempo diário que passavam em frente ao televisor e adotaram um novo estilo de vida reduziram em 58% as chances de desenvolver a doença.

Por outro lado, os que continuaram no sedentarismo – independente de idade ou sexo – elevaram as probabilidades de se tornarem diabéticos. “Esses resultados são importantes, pois eles mostram que houve uma redução no tempo que as pessoas gastam vendo televisão, mesmo que essa não fosse uma meta do programa. Talvez, se adicionarmos isso como uma meta das mudanças no estilo de vida, os resultados e benefícios para a saúde podem ser ainda melhores“, explicou Andrea Kriska, professora do departamento de epidemiologia da Universidade de Pittsburg e uma das autoras do estudo, à “Veja”.

CONTINUE LENDO →

Arthur Vivaqua é um apaixonado pela TV, e por Cultura em geral. Ele acredita que pequenas coisas podem gerar grandes reflexões. Arthur já foi editor-chefe e repórter especial do RD1, para onde volta como colunista. Fale com ele através do @ArthurVivaqua no Twitter ou no arthurvivaqua@rd1.com.br.