Cena em Magnólia (Vera Holtz) é desmascarada trouxe audiência para “A Lei do Amor”

O declínio de Magnólia (Vera Holtz) e Ciro (Thiago Lacerda), o casamento de Tiago (Humberto Carrão), a chegada de Marina (Alice Wegmann), um novo plano de Tião (José Mayer) contra Helô (Claudia Abreu) e o conturbado relacionamento de Salete (Claudia Raia): este foi o agitadíssimo janeiro de “A Lei do Amor”! E o resultado de tantos acontecimentos na audiência foi extremamente positivo.

O folhetim de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari chegou ao capítulo 100 – exibido na última quinta-feira (26) – com 26 pontos de média, índice recorde no Painel Nacional de Televisão. São dois pontos a menos que a antecessora, “Velho Chico” (28), e a mesma média de “A Regra do Jogo”, exibida entre agosto de 2015 e março de 2016 – vale lembrar que esta última trama enfrentou a concorrência do fenômeno “Os Dez Mandamentos”, da Record.

No comparativo mês-a-mês, “A Lei do Amor” subiu dois pontos em São Paulo e quatro no Rio de Janeiro, onde chegou a 29 de média mensal neste início de ano. É evidente que a escalada nos números se deu em meio às mudanças pelas quais a novela passou: o número de personagens foi reduzido e a trama central ganhou ritmo, deixando de lado histórias paralelas (e desinteressantes).

Para fevereiro, estão previstas sequências nas quais Tiago se aproxima de Marina, e as dúvidas acerca de sua verdadeira identidade prosseguem. Já Magnólia comerá o pão que ela própria se encarregou de amassar com tantas maldades, ao cair nas garras de Tião. Por fim, o casal Helô e Pedro (Reynaldo Gianecchini) deve se separar, após a descoberta de que o velejador é pai da filha de Laura (Heloísa Jorge).

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!