Band despreza sua história e mantém arquivos e fitas em um cubículo

Algumas emissoras como Globo, Record, Gazeta e Cultura são precursoras na preservação da memória audio-visual da TV. Manter aos cuidados os arquivos de épocas longínquas são de grande valia para a história desse veículo de comunicação.

Mas há suas exceções. A Band, com quase 50 anos de atividades, por incrível que pareça, não dá a devida atenção a isso. A emissora do Morumbi guarda em um cubículo, úmido e cheio de mofo, raridades da TV nacional como as fitas da novela “Os Imigrantes”.

Confira:

Depois da publicação desse material, esperamos que a direção da TV Bandeirantes corrija o absurdo cometido, e, assim como as demais, reserve um local adequado e amplo para guardar essas preciosidades da TV.

“Sem a cultura, e a liberdade relativa que ela pressupõe, a sociedade, por mais perfeita que seja, não passa de uma selva. É por isso que toda a criação autêntica é um dom para o futuro.”  (Albert Camus)

CONTINUE LENDO →

João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email jpdellsanto@rd1.com.br.