Batido o martelo: acervo da MTV Brasil fica com a Viacom

315421-970x600-1-620x383
Astrid Fontenelle

Depois de muita especulação, o anúncio de que o acervo que conta com mais de 33 mil fitas do tipo betacam ficarão com a detentora da marca MTV Brasil, a Viacom, que inaugura a partir do dia 1º de outubro uma nova fase do canal musical, agora em sinal fechado.

No acervo, edições do “Video Music Brasil”, os “Acústicos”, “Luau” e diversos outros programas que fizeram a história de uma legião de fãs do canal, como o “Disk MTV”.

[poll id=”253″]

Em declaração ao jornal O Estado de S. Paulo, Zico Góes, diretor de programação da atual MTV, diz que daria pra fazer um ‘Canal Viva da MTV’ com todo o acervo. Ele pretende produzir um documentário com parte dos videos que não serão entregues à Viacom. “Porque tem muita coisa gravada que não serve a ninguém, matérias datadas do jornalismo ou uma cabeça de programa gravada aqui, que serve apenas como registro histórico. Fazemos essa seleção agora, que pode ser para um documentário que, aliás, quero produzir: pretendo pedir licença e até parceria, tanto de um como de outro”, revela.

As gravações do “My MTV”, com ex-VJs, renderão também um livro baseado nos mais de 40 depoimentos.

A responsabilidade pelo ‘the end’ da MTV Brasil, como o RD1 noticiou, ficará a cargo da apresentadora Astrid Fontenelle.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Álvaro Penerotti
Álvaro Penerotti sempre foi bastante engajado a tudo que envolve o mundo da TV e Famosos. Com intensa vivência na área de jornalismo e mídias sociais, já trabalhou em rádio e também em importantes veículos de comunicação na web. Pode ser encontrado nas redes sociais por meio do @AlvaroPenerotti.
Veja mais ›