Benedito Ruy Barbosa
Benedito Ruy Barbosa no lançamento de sua última novela, “Velho Chico” (Imagem: Divulgação / Globo)

A oito dias de completar 88 anos, Benedito Ruy Barbosa vive um impasse junto à direção de Dramaturgia da Globo. Com contrato na reta final, e sucessivos projetos engavetados, o grande autor precisará de um novo vínculo para tocá-los.

O atual contrato de Benedito com o plim plim é válido até abril de 2020, e engloba ainda a filha Edmara Barbosa e o neto Bruno Luperi, que colaboraram com o veterano no roteiro de “Velho Chico” (2016). Edilene Barbosa e Marcos Barbosa, também filha e neto do dramaturgo, perderam o vínculo empregatício com a Globo ao fim do remake de “Meu Pedacinho de Chão” (2014).

Criador de uma série de clássicos da teledramaturgia brasileira, entre os quais “Os Imigrantes”, “Pantanal”, “Cabocla”, “Sinhá Moça”, “Paraíso”, “Renascer”, “O Rei do Gado” e “Terra Nostra” (em reprise no canal Viva atualmente), Ruy Barbosa contou com duas sinopses engavetadas por Silvio de Abreu recentemente.

“E Se Ele Voltar”, desenvolvida para a faixa das 21h na companhia de Edilene e Marcos foi considerada polêmica e revolucionária demais: um mix de religião, ciência e nazismo. O trio chegou a apresentar 20 capítulos. No entanto, neto e filha tocarão o projeto no cinema. Já “O Último Beijo”, para o horário das 19h, também com a colaboração de Marcos, não caiu nas graças do canal. O enredo aborda desigualdade social, corrupção e política a partir do casal protagonista, um professor e uma mulher mais jovem que vivem na zona rural. Contemporâneo, o folhetim teve 16 capítulos entregues para avaliação.

Aos fãs de Benedito Ruy Barbosa, um aviso: no início do ano, através de Glória Perez, que toca o departamento de Séries da emissora, o autor recebeu o sinal verde para dar continuidade ao projeto de “O Cerco”, série sobre o Cangaço ambientada na Bahia, cuja ideia inicial foi desenvolvida tão logo o escritor colocou um ponto final em “Renascer”. Em 2012, Benedito criou uma sinopse mais detalhada do projeto e o apresentou à Globo, que, na ocasião, optou novamente por engavetá-lo. Todavia, o título só será concebido a partir de um novo contrato, haja vista a fila de séries que serão exibidas ao longo deste ano.

Em família

Assim como Benedito, Edmara Barbosa e Bruno Luperi também cozinham em fogo brando na Globo. Mãe e filho aguardam há tempos pela aprovação de “Arroz de Palma”, que recentemente passou a contar com a supervisão do patriarca. Adiada pelo menos cinco vezes, a trama foi perdendo vaga na fila das 18h e, agora, na melhor das previsões, só deverá ir ao ar, em caso de aprovação, em março de 2021, após “Órfãos da Terra” (Duca Rachid e Thelma Guedes), “Éramos Seis” (Ângela Chaves), “Nos Tempos do Imperador” (Alessandro Marson e Thereza Falcão) e da novela, ainda sem título provisório, de Alcides Nogueira.

Especialidade da casa

Nos últimos anos, as queixas contra Silvio de Abreu se intensificaram na Globo. Alguns autores alegam que nomes como Walcyr Carrasco, Daniel Ortiz, João Emanuel Carneiro, Alcides Nogueira, Elizabeth Jhin e Ricardo Linhares são privilegiados em detrimento de outros, como Manoel Carlos, Antonio Calmon, Walther Negrão, o próprio Benedito Ruy Barbosa e a dupla Duca/Thelma, que voltou ao ar com “Órfãos da Terra” no último dia 2 após um chá de cadeira de seis anos.

Com a benção

No último sábado (6), o programa “Com a Mãe Aparecida”, apresentado pelo Missionário Redentorista Irmão Alan Patrick Zuccherato na TV Aparecida, chegou à quinta colocação na Grande São Paulo, vencendo Band, RedeTV! e Gazeta no período entre 9h58 e 10h04, com 0,73 ponto. Na média geral, das 9h48 às 10h28, a produção cravou o 6º lugar, com 0,61 ponto de média, pico de 0,78 e share de 1,77%.

E o nome dela é…

Murilo Salviano
Murilo Salviano agora é repórter especial do “Fantástico” (Imagem: Reprodução / GloboNews)

No último domingo (7), o “Fantástico” enviou o competente e sagaz Murilo Salviano, um dos destaques da nova geração de repórteres, para Goiás a fim de entrevistar os integrantes de uma “oficina” de composições de músicas… sertanejas. Destaque para “Jenifer”, hit de Gabriel Diniz. Murilo, vale lembrar, foi promovido da GloboNews para a TV aberta pela excelente cobertura política que realizava em Brasília.

Vem aí

Inspirada no livro “Doze Pacientes: Vida e Morte no Hospital Bellevue”, a série médica “New Amsterdam” chega ao Brasil na próxima quarta-feira (17), às 22h30, no Fox Life e no App da Fox (para assinantes). A partir da estreia, o primeiro episódio ficará disponível gratuitamente no App da Fox por 15 dias.

Jornal 24 Horas

A Record não desistiu de lançar um telejornal na faixa da 0h15, antes ocupada pelo “Programa do Porchat” e hoje com séries estrangeiras. Antonio Guerreiro, novo vice-presidente de jornalismo do canal, tem como uma das prioridades esse projeto. A propósito, há quem defenda a utilização do título “Jornal 24 Horas”, clássico do fim de noite da emissora até a sua extinção, em 2006.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!