Bispos brigam pelo comando da Record

Romualdo Panceiro

Não se fala em outra coisa na Barra Funda. Honorilton Gonçalves, vice-presidente da Record, em outras palavras, o braço direito de Edir Macedo, está com os dias contados na emissora.

Há um movimento interno, partindo de forças opositoras a Gonçalves, que almeja o controle do canal. Como prêmio de consolação, o bispo seria deslocado para um cargo de consultor do grupo. Posto que deverá ser criado para amenizar os insatisfeitos.

Romualdo Panceiro, considerado o herdeiro espirital de Edir Macedo, e o segundo homem na hierarquia da Igreja Universal do Reino de Deus, estaria interessado no cargo de Honorilton, que, diga-se de passagem, não é seu “melhor amigo”.

Para a vice-presidência, cargo que dita as regras na Record, uma ala defende a nomeação de um profissional da área. Alguém com experiência no meio. A outra ala, maior em número de pessoas, defende a manutenção de um pastor no posto.

Para os leitores melhor entenderem a situação: A Record enfrenta atualmente uma disputa interna de poder. O grupo de Gonçalves e o de Panceiro medem forças na Barra Funda, tanto na IURD quanto no comando da emissora.

CONTINUE LENDO →

João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email jpdellsanto@rd1.com.br.