Bolsonaro
Jair Bolsonaro defendeu passaporte diplomático de Edir Macedo (Imagem: Reprodução / Globo)

Jair Bolsonaro foi claro quando questionado sobre o passaporte diplomático concedido ao líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Record, o bispo Edir Macedo, além da esposa dele, Ester Bezerra. O presidente vai manter a emissão do documento mesmo após decisão judicial.

A Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu liminarmente a portaria do Ministério das Relações Exteriores que concedeu o documento diplomático a Edir e Ester. Vale destacar que Edir é um dos apoiadores do novo governo.

“Nós autorizamos a renovação do passaporte, e será mantida, no que depender de mim, a renovação desse passaporte para ele e esposa, e ponto final”, anunciou Bolsonaro. A informação é do Estadão.

Ele declarou ainda que a concessão para Edir Macedo se encaixa nas regras: passaporte autorizado para pessoas que não são autoridades, mas que desempenham uma relação de interesse nacional.

“A exceção é muito bem vinda nesse caso”, afirmou o presidente da República. “Não é uma festa. É para quem precisa e viaja o mundo todo”, garantiu. O passaporte diplomático permite que o cidadão escape de filas em aeroportos, facilita os despachos de bagagens e dispensa vistos em alguns países.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!