Cantora gospel é alvo de críticas após comentário homofóbico por campanha do Burger King

Isadora Pompeo
Isadora Pompeo recebeu uma série de críticas no Twitter (Imagem: Reprodução / Instagram)

A cantora gospel Isadora Pompeo chamou a atenção no Twitter, na sexta-feira (25), após disparar um comentário homofóbico. A fala da artista foi dada depois da veiculação de uma campanha do Burger King, que fala sobre identidades de gêneros e orientação sexual, e traz relatos de crianças que convivem com pessoas do grupo LGBTQIA+.

No Twitter, a cantora disparou: “Criança não tem que ser gay, lésbica, trans etc, CRIANÇA NÃO TEM HAVER COM SEXUALIDADE. Criança tem que brincar! Correr e se sujar!!!!!! Parem de sexualizar nossas crianças”.

Nos comentários, os seguidores tentaram explicar que não era esse o ponto da campanha feita pela empresa. “Que trecho do comercial fala sobre sexualidade de crianças? São crianças falando que respeitam, desde cedo, pessoas diferentes. É por não querer falar sobre respeito com pessoas como você que somos o país com mais mortes de LGBT no mundo. Crianças e adolescentes LGBT+ existem, amiga, desde sempre. Nenhuma delas deve ser sexualizada ou exposta a qualquer tipo de conteúdo/situação inadequada, mas elas também não podem ser apagadas. É apagar quem somos que culmina nas agressões que sofremos sistematicamente“, afirmou um internauta.

“Você é um desserviço na humanidade!”, criticou uma usuária da rede social. “Mais uma que tô deixando de seguir. Você não é exemplo pra ninguém”, disparou outra.

Ao ver a enxurrada de críticas, Isadora Pompeo disse: “Tô nem aí, podem me cancelar. Canceladah”.

“Tô cancelada, e agorahhh? Ain meu mundo acabou”, ironizou a artista, que ainda publicou: “Você é cristão e não foi cancelado, você está sendo cristão errado”.

Carol Bittencourt
Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais.
Veja mais ›