Sophie Turner em X-Men: Fênix Negra (Fox/Marvel)

“Fênix Negra” tem causado dor de cabeça para os estúdios e os produtores envolvidos já há muito tempo. Esses problemas se refletiram nos resultados de bilheteria e na recepção da crítica, que deu um total de míseros 23% à produção no Rotten Tomatoes, um dos piores resultados para uma produção da franquia X-Men. Várias causas podem ser atribuídas ao problema, entre elas um rumor envolvendo um dos diretores mais conhecidos e poderosos de Hollywood, informa o THR.

A personalidade em questão é James Cameron, que devido a preocupações com seu próprio filme, “Alita: Anjo de Combate”, pode ter causado ainda mais dificuldades para o longa que deveria ter encerrado a franquia – ao menos por ora –  em grande estilo. Fontes sugerem que Cameron exigiu que a estreia de “Alita” fosse movida para uma data mais conveniente, que não chocasse com títulos importantes como Mary Poppins, Aquaman e Bumblebee, o que poderia atrapalhar seu desempenho no box office. Por respeito ao diretor, a Fox acatou a decisão, empurrando Fênix Negra agora para o mês de junho.

Bastidores

A mudança teria ido de encontro ao desejo da equipe, que não acreditava que o filme estrelado por Sophie Turner deveria ser um blockbuster “de verão”. Obviamente que uma mudança de estreia não é, em si, suficiente para derrubar um bom filme, mas também não é uma situação desejada, ainda mais quando já existem divergências criativas, como foi o caso do longa de Simon Kinberg. Ainda segundo o The Hollywood Reporter, a franquia deve permanecer no limbo por um bom tempo, até que a Disney/Marvel decida como ressuscitá-a. “X-Man: Fênix Negra” está em cartaz nos cinemas de todo o país.

Recomendados para Você:

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here