Cleo Pires
Cleo Pires afirmou que não quer perder o bumbum (Imagem: Reprodução / Instagram)

Dona de um corpão, Cleo Pires ficou mais cheinha nos últimos meses. Porém, essa realidade está prestes a mudar. Segundo a coluna de Leo Dias, a atriz, que afirmou ter ganhado 10 quilos no fim do ano passado, se submeteu a uma lipoaspiração.

O procedimento estético foi realizado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Mas não será tudo que irá embora após a lipoaspiração. A morena revelou que gosta de como o seu bumbum ficou com o atual corpo.

No Instagram, a artista confirmou gostar mesmo do bumbum maior. “Eu pro meu médico: tira tudo, MENOS A BUNDA“, legendou. Na foto, Cleo aparece de cabelos compridos e uma fantasia que usou durante o Carnaval.

Nos comentários, muitos elogios. “Cleo, meu amor você tá linda sempre viu?“, disse uma fã. “Gostosa! Prefiro você assim mulherão“, opinou outra seguidora. “Não tira nada! Tá top!“, afirmou um internauta. “Ahhhhhh tá tão linda assim gostosona nível master! Você é maravilhosa de qualquer jeito! Minha musaaaa!“, comentou mais uma.

Cleo Pires abusa de biquíni cavadíssimo e manda a real em desabafo

Cleo Pires causou ao comemorar o Dia Internacional da Mulher. A atriz da Globo apareceu usando um biquíni super cavado em um cenário paradisíaco e fez um textão para comemorar a data.

“Hoje é textão e pode ser que eu erre. Mas eu quero agradecer às mulheres da minha vida. Minhas avós, minhas irmãs, minhas tias, minha mãe, mulheres que me cuidaram como se eu fosse filha delas e me ensinaram tanto. Vocês são todas minhas amigas de antes e de agora de todas as cores, classes, e etnias. A cada dia aprendo mais com vocês, obrigada pela paciência. Se não fossem vocês eu não estaria aqui, não teria conquistado o que conquistei e que se Deus quiser vou conquistar mais”, começou a filha de Gloria Pires e Fábio Jr.

“Quero ir junto de vocês sempre, vamos chegar juntxs. Equidade, representatividade. Vamos entender como estarmos juntas sem desvalidar a individualidade de cada uma. Vamos nos ouvir, querer nos entender. Vamos agregar valor uma à outra com nossas vivências e observações respeitando o lugar de fala da outra, vamos nos amar e implicar menos uma com a outra sem nem saber o motivo. Vamos conversar com a gente mesma quando bater a inveja e o sentimento de rivalidade que o patriarcado injetou na nossa cultura. Vamos nos manter existindo e buscando a felicidade que são as maiores formas de resistência”, completou.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!