Preocupado com Aruna, Adonizedeque ameaça matar Mireu

Segunda-feira, 20/02 (Capítulo 164)

Samara e Tobias comemoram o sucesso do plano contra Aruna, e ele exige que Zaqueu seja julgado. Josué e Calebe procuram por Aruna. Salmon e Otniel fogem de Jerusalém e se deparam com os mercadores de escravos que eles atacaram. Calebe encontra os familiares e avisa que Aruna não foi encontrada. Otniel é dominado pelos mercadores de escravos e Salmon corre para pedir socorro no acampamento. No julgamento de Zaqueu, Tobias exige pena de morte para o arqueiro. Adonizedeque é avisado sobre a captura de uma hebreia. Ele diz que a prisioneira não tem valor algum e ordena que a deixem agonizar até a morte.

Terça-feira, 21/02 (Capítulo 165)

Tobias exige o apedrejamento de Zaqueu, mas Quemuel avisa que o melhor é expulsá-lo de Gilgal. O carcereiro Durgo tenta falar com Aruna, mas pensa que ela está morta. Josué diz ter esperança que Aruna esteja viva. Mireu reconhece Aruna e diz se tratar da esposa do líder de Israel. Chaia lamenta a punição escolhida para Zaqueu e se desespera ao se despedir dele. Adonizedeque descobre que Aruna é a esposa de Josué e ordena que tragam os melhores médicos para salvarem sua vida. Salmon encontra Josué e diz que aconteceu algo terrível com Otniel.

Quarta-feira, 22/02 (Capítulo 166)

Acsa se desespera ao saber que Otniel foi capturado. Nas masmorras, os médicos tentam salvar a vida de Aruna, e Adonizedeque ordena que a levem para um local mais confortável. Raabe reencontra Salmon. Ioná sente um desconforto, procura Darda e descobre que está grávida. Calebe encontra Josué e desolado e tenta reanimá-lo. Elói explode de felicidade ao saber que vai ser pai. Josué afirma que está na hora do exército de Israel se preparar para a batalha contra Jerusalém. Samara tenta se aproximar de Josué, mas leva um fora. Adonizedeque avisa que matará Mireu caso a esposa de Josué morra.

Quinta-feira, 23/02 (Capítulo 167)

Pirã sugere que Abul seria um rei muito melhor que Adonizedeque. Ioná conta para as outras hebreias sobre sua gravidez. Josué exige que todos voltem ao treinamento e ordena que as buscas à Aruna continuem. Bastante debilitada, ela chama por Josué no palácio. Haniel pede para Tirda se vestir com a roupa dada por ele e se declara para ela. Ula e Lina se oferecem para ajudar Mireu a cuidar de Aruna. Diante das estatuetas cananeias, Mara inicia um ritual pagão. Ela percebe a aproximação de alguém e se esconde, mas é encontrada por Raabe, que se espanta.

Sexta-feira, 24/02 (Capítulo 168)

Mara nega ser a responsável pelo ritual e acusa Raabe de ter trazido as estatuetas. Amarrado, Otniel pede ajuda a Deus na caravana de escravos. Mara nega ser a responsável pelos rituais pagãos, procura Josué e acusa Raabe. Abul revela a Úrsula a verdade sobre as rainhas prisioneiras. Os dois entram no quarto secreto e ela explode de ódio ao ver as caveiras de sua mãe e avó. Milagrosamente, Aruna recebe a ajuda de Deus e sobrevive. Adonizedeque flagra Mireu beijando Ula e ordena que os soldados a prendam. Mireu mente sobre a recuperação de Aruna.


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!