Daniela Mercury faz show em apoio a Lula e vira alvo de polêmica

Daniela Mercury será investigada por show em apoio a Lula (Imagem: Ricardo Stuckert / Divulgação)

Daniela Mercury está no meio de uma grande polêmica. Isso porque a cantora está sendo acusada de ter recebido R$ 160 mil de verba pública para se apresentar em show de apoio ao ex-presidente Lula (PT), no último dia 1º Maio.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, agora a Controladoria Geral do Município (CGM) de São Paulo deverá abrir uma sindicância para investigar a contratação do show da baiana. A apresentação em comemoração ao Dia do Trabalhador, no Pacaembu (zona oeste da cidade), foi paga com recursos da prefeitura.

O prefeito Ricardo Nunes (MDB) até afirmou ao jornal, nesta quarta-feira (4), que a CGM abrirá uma sindicância e ressaltou que o recurso é oriundo de emenda parlamentar dos vereadores Alfredo Alves Cavalcante, o Alfredinho, e Eduardo Suplicy, ambos do PT, e Sidney Cruz (Solidariedade).

“A prefeitura não iria negar a solicitação por emenda parlamentar para fazer uma festa para os trabalhadores, ressaltando que não é permitido em qualquer atividade paga com recursos públicos o uso político partidário”, disse o prefeito.

A gestão também ressaltou: “Além disso, o evento de 1º de Maio é organizado e realizado, anualmente, pelas centrais sindicais, responsáveis por toda a infraestrutura necessária, curadoria e conteúdo exposto durante o evento”.

O show reuniu sete centrais sindicais na praça em frente ao estádio do Pacaembu com o propósito de comemorar o Dia do Trabalhador. Também se apresentaram artistas como Dexter Oitavo Anjo, Francisco, el Hombre e DJ KL Jay e integrantes do grupo de rap Racionais MC’s.

Daniela Mercury chegou a soltar frase de apoio a Lula em show

Apesar de ter sido feito para o Dia do Trabalho, em determinado momento do show, a famosa disse:

“Quem não votar pra Lula, vai estar votando contra os pretos, contra os pobres, contra os trabalhadores, contra os artistas, contra o país, contra a Amazônia, contra tudo o que lutamos nesse país. Então, é Lula, sim, o Brasil precisa de Lula. Obrigada por se candidatar de novo”.

Três dias antes do evento, o ex-presidente afirmou que concorrerá novamente ao Planalto. Apesar de toda a movimentação da campanha que inclui o nome de Geraldo Alckmin (PSB) como vice na chapa de Lula, foi a primeira vez que o petista assumiu a pré-candidatura de forma tão clara.

No começo de abril, a cantora e o político até dançaram juntos em uma festa durante uma visita do ex-presidente à Bahia. A famosa chegou a registrar o encontro em suas redes sociais.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.