Danilo Gentili desdenha de ato anti-Bolsonaro e promove velório do PT

Danilo Gentili debochou de ato contra Jair Bolsonaro; comediante também promoveu velório do PT (Imagem: Reprodução / Instagram)

Assim que o resultado da disputa pela presidência da República foi anunciado, assegurando a vitória de Jair Bolsonaro (PSL), Danilo Gentili deu início à uma transmissão ao vivo no YouTube do “velório do PT”, partido do candidato derrotado Fernando Haddad. Ao longo do dia, Gentili também debochou do gesto de anônimos e celebridades, que foram votar com livros na mão – em ato de repúdio a Bolsonaro.

Artistas foram votar segurando livros. Essa eles roubaram do Cabo Daciolo”, ironizou o apresentador do “The Noite”, fazendo referência ao candidato do Patriota, que se apresentou em debates, no primeiro turno, com uma Bíblia nas mãos.

Já o “velório” contou com a participação de colegas do talk-show do SBT, como Léo Lins, e do músico Lobão. Todos posaram ao lado de um caixão, coberto com a bandeira do Brasil; Danilo surgiu com um champanhe nas mãos, enquanto Lobão segurava um “pixuleco” – boneco do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vestido de presidiário.

A transmissão no YouTube chegou a ser derrubada por alguns instantes. Gentili, porém, tocou, em paralelo, os trabalhos no Twitter, onde comentou também a vitória de João Doria, novo governador de São Paulo. “De tudo isso eu só quero uma coisa: que o Dória me convide para a festa”, brincou, fazendo referência ao vídeo em que o político, supostamente, participa de uma orgia com cinco mulheres.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox