Do joystick à telona: Relembre 7 jogos de videogame que viraram filmes

Raiden, personagem emblemático de "Mortal Kombat"
Raiden, personagem emblemático de “Mortal Kombat”

Antigamente encarado como um “universo à parte”, o videogame despertou a cobiça da indústria cinematográfica ao cativar uma legião de fãs e se tornar motivo de comoção.

O fenômeno trouxe alguns dos jogos mais famosos da história para o cinema e, embora a maioria dos longas não tenha obtido o sucesso esperado, eles serviram para deleite (ou revolta) dos fãs das sagas.

Numa matéria especial, o RD1 relembra 7 games cujos protagonistas ultrapassaram as fronteiras dos joysticks e foram encarnados por grandes astros de Hollywood.

Confira:

"Super Mario Bros.": Filme foi considerado trash
“Super Mario Bros.”: Filme foi considerado trash

“Super Mario Bros.” (1993) – Um dos personagens mais famosos do universo dos games, Mario foi transferido para as telonas em 1993, mas o filme esteve longe de obter o mesmo sucesso do jogo.

O enredo destoante do apresentado pela Nintendo foi rejeitado por muitos fãs, no entanto, o longa possui o mérito de ter sido o primeiro filme baseado em um jogo de vídeo game da história.

"Street Fighter" reuniu estrelas e fez sucesso
“Street Fighter” reuniu estrelas e fez sucesso

“Street Fighter” (1994) – Estrelado por Jean-Claude Van Damme, o filme foi considerado uma superprodução para os padrões da época e, embora tenha obtido excelente bilheteria, não causou a repercussão esperada.

Novamente, as enormes diferenças em relação ao jogo foram apontadas como o erro mais grave do longa. Quinze anos depois, a série ganharia um novo filme, “A Lenda de Chun-Li”, protagonizado pela atriz Kristin Kreuk.

"Mortal Kombat" foi bem-sucedido
“Mortal Kombat” foi bem-sucedido

“Mortal Kombat” (1995) – A história de lutadores que eram selecionados para participar de um místico torneio que decidiria o destino da Terra arrebatou milhões de gamers na década de 90.

Atenta ao fenômeno, a indústria cinematográfica produziu um longa fiel ao enredo do jogo e obteve grande sucesso. Ganhou ainda duas continuações que não alcançaram o mesmo êxito, mas serviram para eternizar a saga.

Angelina Jolie sensualizou em "Lara Croft"
Angelina Jolie sensualizou em “Lara Croft”

“Lara Croft: Tomb Raider” (2001) – A beleza estonteante de Angelina Jolie foi o grande trunfo deste filme, o primeiro baseado num game mais moderno e repleto de efeitos especiais sofisticados.

Apesar de todos esses recursos, as críticas ao longa foram extremamente negativas, fato que não impediu os produtores de apostarem em uma continuação, “Lara Croft: A Origem da Vida” (2003).

"Resident Evil" já está no sexto filme de sua franquia
“Resident Evil” já está no sexto filme de sua franquia

“Resident Evil” (2002) – A franquia de jogos de terror gerou uma série de filmes do mesmo gênero. Ao todo, já foram cinco longas baseados na série, que lançará o sexto ainda este ano.

A versão cinematográfica de “Resident Evil” lançou ao estrelato a atriz Milla Jovovich, intérprete da protagonista Alice. Para manter aceso o interesse dos fãs, cineastas têm escolhido diferentes cenários e locações para cada um dos filmes.

"Príncipe da Pérsia" teve produção caprichada, mas...
“Príncipe da Pérsia” teve produção caprichada, mas…

“Príncipe da Pérsia” (2010) – Um dos jogos de maior sucesso da década de 2000, “Príncipe da Pérsia” teve seus direitos adquiridos pela Disney a peso de ouro.

Rigorosamente, o faturamento do filme foi alto (mais de US$ 300 milhões), mas não o suficiente para gerar novas continuações, intenção inicial dos estúdios. O ator Jake Gyllenhaal encarnou o protagonista da produção e viu sua carreira deslanchar nos anos seguintes.

"Tekken" foi dos videogames para os cinemas
“Tekken” foi dos videogames para os cinemas

“Tekken” (2010) – Novamente um game bem-sucedido despertava a esperança de Hollywood e, em 2010, “Tekken” – que contava a saga do jovem lutador Jin Kazama – foi transformado em filme.

A experiência, no entanto, esteve longe de atender às expectativas e o longa passou despercebido por grande parte do público, sendo massacrado pela maioria dos fãs do jogo.

LEIA TAMBÉM:

Três anos depois: Veja como estão os atores de “Carrossel”

Relembre 7 marcas registradas das novelas de Manoel Carlos

AvatarArthur Vivaqua
Arthur Vivaqua é um apaixonado pela TV, e por Cultura em geral. Ele acredita que pequenas coisas podem gerar grandes reflexões. Arthur já foi editor-chefe e repórter especial do RD1, para onde volta como colunista. Fale com ele através do @ArthurVivaqua no Twitter ou no arthurvivaqua@rd1.com.br.
Veja mais ›