Emílio Surita diz que Mônica Bergamo tem tatuagem de Lula na virilha e dá o que falar

Da Redação - 14/06/2019
COMPARTILHE
Emílio Surita foi detonado nas redes sociais (Imagem: Reprodução / YouTube)

Emílio Surita recebeu o jornalista norte-americano Glenn Greenwald, um dos responsáveis pela reportagem com o vazamento da troca de mensagens entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, no “Pânico” desta quinta-feira (13).

Durante a entrevista, com tom irônico ao debater com a jornalista Vera Magalhães, da Jovem Pan, Surita disse que há jornalistas que gostam do ex-presidente Lula e zelam pela manutenção da liberdade do político, preso em Curitiba na carceragem da Polícia Federal.

O apresentador, em determinado momento da atração, disparou: “A Mônica Bérgamo tem tatuagem de Lula na virilha”. O comentário caiu como uma bomba para os internautas que acompanhavam a entrevista. Alguns grupos tacharam Surita de “machista”.

Alguns nomes da política miraram suas armas contra o apresentador do “Pânico”. “1. Emílio Surita (do Pânico) resolveu apelar ao machismo mais nojento contra a jornalista Mônica Bergamo pelo simples fato de Bergamo fazer… Bom jornalismo! É estarrecedor“, disse Jean Wyllys. “Engraçado, será que, se fosse um jornalista homem que cobre o Lula, o Surita diria que o cara tatuou o nome do Lula na virilha?“, disparou Patricia Campos Mello colega de Mônica na Folha.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

Deixe sua opinião!