Equipe do “Globo Repórter” embarca em um imenso balão para desvendar os segredos da Mata Atlântica

“Globo Repórter nos Céus do Brasil” viaja pela Mata Atlântica brasileira – TV GLOBO / Divulgação

Estreia nesta sexta-feira, dia 18, a série “Globo Repórter nos Céus do Brasil”, que vai explorar e desvendar os segredos dos principais biomas brasileiros. A equipe do programa viaja em um imenso balão pelo país das maiores e mais exuberantes florestas do mundo. No primeiro programa, o apresentador Sergio Chapelin e o repórter André Luiz Azevedo exploram a Mata Atlântica brasileira.

O especial acompanha o minucioso trabalho de cientistas e pesquisadores que passam dias sozinhos na floresta, em busca de novas espécies de plantas e animais para a criação de possíveis remédios e tratamentos para doenças como o mal de Alzheimer. O telespectador vai conhecer os mistérios da vida selvagem e entender por que a Mata Atlântica é fundamental para  a vida de milhões de moradores dos grandes centros urbanos do país.

Em pleno século XXI, estudiosos ainda descobrem novas espécies na flora e fauna da floresta. O programa traz algumas dessas raridades da natureza, como os cogumelos luminosos, que enfeitam as florestas durante a noite; a mariposa rara que tem uma língua gigante, quatro vezes maior do que o próprio corpo; e um sapo colorido do tamanho de uma unha que vive em montanhas próximas a Curitiba e pode, segundo cientistas, guardar o remédio de doenças incuráveis.

“Para mim este foi um trabalho emocionante. O público vai ver um espetáculo muito bonito”, conta Sérgio Chapelin, que se juntou à expedição no Parque Nacional de Itatiaia e acompanhou de perto o levantar voo e a aterrissagem do balão do programa. “O Globo Repórter preparou imagens belíssimas desta Mata Atlântica tão destruída, ameaçada, mas vital para nossa sobrevivência. Vamos mostrar a mata de diferentes ângulos, com imagens raras feitas em alta definição”, adianta o repórter André Luiz Azevedo.

Toda a filmagem foi feita em tecnologia de alta definição (HD) e com lentes especiais capazes de aproximar em um grande close as imagens dos animais e plantas. Além disso, foram usadas gruas gigantes – que atingem o topo de árvores de até 30 metros –, helicópteros e mini câmeras especiais, que permitem captar imagens de todos os ângulos da floresta.

O “Globo Repórter nos Céus do Brasil” sobre a Mata Atlântica vai ao ar nesta sexta-feira, dia 18, logo após “Fina Estampa”.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

João Paulo Dell Santo
João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email [email protected].
Veja mais ›