12:44 :: 27/05/2017
Publicidade

Equipe de “House Of Cards” ironiza escândalo envolvendo Temer: “Tá difícil competir”

Henrique Brinco 22:00 :: 17/05/2017

Kevin Spacey é o protagonista de “House Of Cards”

A equipe da série “House Of Cards” não perdeu tempo e aproveitou o escândalo envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB) para fazer marketing nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (17).

Temer foi flagrado, segundo o jornal “O Globo”, dando aval para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), preso em Curitiba. Assim que a bomba saiu, o Twitter oficial da produção da Netflix se manifestou.

“Tá difícil competir”, afirmou o perfil oficial do seriado. A série é frequentemente citada quando surge um novo escândalo em Brasília, uma vez que o enredo tem algumas semelhanças com o que anda acontecendo por aqui.

“House of Cards” tem como protagonista Frank Underwood (Kevin Spacey), uma espécie de “Eduardo Cunha” da ficção. Ele é um político experiente e obstinado que começa a série como líder da bancada da situação no Congresso americano e comete uma série de crimes.

Equipe "House Of Cards" ironiza escândalo de Temer: "Tá difícil competir"
Twitter oficial de “House of Cards” ironiza crise no Brasil


O RD1 coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, basta clicar no ícone indicado para reprovação que existe ao lado de cada comentário – com 3 “negativos” esse comentário é excluído automaticamente.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

WordPress Lightbox