Kevin Spacey é o protagonista de “House Of Cards”

A equipe da série “House Of Cards” não perdeu tempo e aproveitou o escândalo envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB) para fazer marketing nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (17).

Temer foi flagrado, segundo o jornal “O Globo”, dando aval para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), preso em Curitiba. Assim que a bomba saiu, o Twitter oficial da produção da Netflix se manifestou.

“Tá difícil competir”, afirmou o perfil oficial do seriado. A série é frequentemente citada quando surge um novo escândalo em Brasília, uma vez que o enredo tem algumas semelhanças com o que anda acontecendo por aqui.

“House of Cards” tem como protagonista Frank Underwood (Kevin Spacey), uma espécie de “Eduardo Cunha” da ficção. Ele é um político experiente e obstinado que começa a série como líder da bancada da situação no Congresso americano e comete uma série de crimes.

Equipe "House Of Cards" ironiza escândalo de Temer: "Tá difícil competir"
Twitter oficial de “House of Cards” ironiza crise no Brasil


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!