Ex-BBB Laércio é condenado a 12 anos de prisão por estupro
Laércio participou do “BBB16”

Laércio Moura foi condenado a doze anos de prisão por estupro de vulnerável e armazenamento de material pornográfico envolvendo menores. A decisão é da Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.

A decisão é do final de agosto deste ano, mas foi divulgada só agora pelo Ministério Público do Paraná. O homem está preso desde maio de 2016, após acusação de estupro de vulnerável e de fornecimento de bebidas alcoólicas para uma adolescente de 13 anos.

Ele era investigado pelo MPPR desde fevereiro do mesmo ano, quando a Promotoria de Justiça recebeu um pedido de providências a respeito da conduta do ex-participante do “Big Brother Brasil 16”.

Na solicitação, o denunciante alegava ter conhecimento do envolvimento do ex-BBB com adolescentes e descrevia a conduta do indiciado em relação a esse tipo de prática. Em junho de 2016, ele foi denunciado pelo MPPR por estupro de vulnerável, armazenamento de conteúdo de pornografia infantil e tráfico de drogas, sendo condenado pelos dois primeiros crimes, mas absolvido do último.

Dentro do reality show da Globo, Laércio causou polêmica ao afirmar que se relacionava com meninas muito jovens. O design de tatuagens protagonizou embates diretos com Ana Paula Renault, que logo percebeu a personalidade obscura do condenado.


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!