“Expedição Xingu” chega ao fim no “Fantástico”

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

TV Globo / Divulgação

Depois de quase mil quilômetros percorridos, a aventura do jornalista Rodrigo Alvarez e dos sete jovens universitários chega ao fim neste domingo, dia 25, no “Fantástico” . A série “Expedição Xingu”, que reviveu a saga dos irmãos Orlando, Claudio e Leonardo Villas Bôas, partiu da cidade de Barra do Garças, em Mato Grosso, cruzou o Rio da Morte seguindo pela Serra do Roncador, até chegar ao Parque Nacional do Xingu e finalmente à tribo dos Kamaiurás, que será apresentada neste último episódio. 

Rodrigo Alvarez e os universitários foram convidados a viver a rotina dos índios por dois dias. “O estilo de vida não mudou em nada desde o tempo em que os Villas Bôas chegaram aqui: mulheres cuidam da plantação e homens da caça e da construção”, conta o jornalista. Para entrar no clima, os meninos ajudaram na reforma de uma maloca e as meninas participaram da colheita da mandioca e do preparo das refeições. Além disso, eles jogaram futebol com índios e aprenderam a luta huka huka. 

Durante a visita, Rodrigo Alvarez se surpreendeu ao entrevistar o Pajé que revelou seu agradecimento ao irmãos Villas Bôas. “Considero Orlando [Villas Bôas] como um pai”, diz o Pajé. “O reconhecimento do Pajé se deve principalmente porque Orlando foi um dos fundadores do Parque Indígena do Xingu”, explica o jornalista. Ainda no episódio final, as mudanças que ocorreram na vida dos universitários que participaram do projeto.

O “Fantástico” vai ao ar logo após “Domingão do Faustão”.

João Paulo Dell SantoJoão Paulo Dell Santo
João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email jpdellsanto@rd1.com.br.
Veja mais ›