Ferj acusa Globo de má-fé e pede bloqueio de quase R$ 20 milhões

Da Redação - 06/08/2020
COMPARTILHE
Por causa do Campeonato Carioca, Ferj move ação contra a Globo (Imagem: Divulgação / Globo)

A Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) está na Justiça contra a Globo por causa do não pagamento do restante do contrato do Carioca 2020, rompido unilateralmente pela emissora carioca quando o Flamengo exibiu jogos das quais era mandante, se valendo da MP 984 assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A entidade afirma que o canal da família Marinho age com má-fé no rompimento do acordo e, por isso, teme pelo não pagamento do restante do montante pelo campeonato estadual. Em julho, quando encerrou o contrato, a Globo anunciou que faria a quitação referente ao torneio de 2020, mesmo sem a transmissão dos jogos restantes. As informações são do site UOL Esporte.

“As rés devem à autora o valor bruto e incontroverso total de R$ 17.269.105,60 (dezessete milhões e duzentos e sessenta e nove mil e cento e cinco reais e sessenta centavos) conforme planilha anexas”, aponta a Ferj no processo.

A federação carioca vai além e garante que a emissora do Grupo Globo comete “inadimplemento voluntário por tentativa de coação”. Como justificativa, a defesa da entidade disse que o canal trabalhou com “má-fé na execução do contrato”.

Em seguida, a Ferj demonstra preocupação em relação ao pagamento. A Globo tem alegado dificuldades financeiras por conta da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. “E não é só perplexidade. Há fundado temor que no decurso do processo o requerido não tenha patrimônio suficiente para suportar o ressarcimento de R$ 17.291.105,60”, diz.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

Deixe sua opinião!