Fiscais da Record intimidam funcionários com câmera digital

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Virou novela o corte de despesas, ou “Processo de Contenção de Gastos”, como vem sendo chamado, imposto pelo alto comando da Record.

As normas, que buscam cortar custos e economizar onde for necessário, atingiu praticamente todas as empresas do grupo. Até a Igreja Universal entrou no meio.

Agora um outro detalhe veio à tona. Além do uso de pranchetas, adotado para fiscalizar todos os passos dos funcionários, os fiscais estão recorrendo a uma câmera digital.

Segundo o jornalista Flávio Ricco, uma pessoa foi designada à função. Fica ali fotografando tudo, munida de sua “arma”. Situação totalmente constrangedora.

João Paulo Dell SantoJoão Paulo Dell Santo
João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email jpdellsanto@rd1.com.br.
Veja mais ›