“Fofocalizando” é sucesso nas tardes do SBT

O “Fofocalizando” parece finalmente ter encontrado um caminho após passar por tantas transformações nos últimos meses. A atração criada por Silvio Santos, inicialmente intitulada “Fofocando”, cresceu na audiência e aos poucos vai atingindo seu principal objetivo: vencer a Record.

Nos últimos dias, foram muitos os minutos que o vespertino se manteve na vice-liderança na concorrência direta com a novela “Ribeirão do Tempo”, da emissora dos bispos. Aliás, se antes era o responsável por derrubar os índices nas tardes do SBT, o “Fofocalizando” agora consegue dar mais audiência que o tradicional “Casos de Família” – exibido logo em seguida e com custo de produção muito mais alto.

E uma das principais responsáveis pelo sucesso da atração é, justamente, a “persona non grata” do quinteto de apresentadores: Mara Maravilha. A cantora gospel deixou de lado o rótulo de “evangélica sem noção” e hoje é uma das que mais se envolvem nas pautas do programa. Querendo ou não, ela causa polêmica e divide opiniões.

Todos os dias, Mara mostra que está por dentro de tudo e que realmente acompanha o noticiário de celebridades. Muitas vezes, faz comentários mais contundentes que do calejado Leão Lobo. Mesmo com muita gente discordando do que diz, ela traduz na TV o sentimento e as opiniões de milhares de donas de casa que também precisam ser representadas.

Outra figura fundamental ao programa é Leo Dias. Se a principal crítica ao extinto “Fofocando” era justamente o excesso de informações “chupadas” da internet, “Fofocalizando” agora pauta a mídia com as notas exclusivas do apresentador. Tudo o que Leo fala vira notícia e gera repercussão, trazendo publicidade gratuita para a atração nos outros meios de comunicação.

Entretanto, alguns pontos ainda precisam ser corrigidos. O curto tempo de duração do programa e o excesso de pautas causam um problema grave: os apresentadores se atropelam nas falas. Muitas vezes, é tanta gente falando ao mesmo tempo que o telespectador fica confuso. O uso excessivo do quadro “Triturador” também é algo que precisa ser revisto.

O “Fofocalizando” tem tudo para continuar no ar. Basta o próprio Silvio Santos ter paciência para deixar o programa continuar se consolidando. Ele só não dá mais audiência porque o SBT negligenciou o departamento de jornalismo nos últimos anos e, agora, não consegue emplacar nenhum outro produto além de programas infantis na hora do almoço. Não fosse isso, o vespertino teria uma “escada” mais segura para alavancar a grade.

______________________________________________________

Henrique Brinco é formado em jornalismo pelo Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), de Salvador. Escreve sobre mídia e cultura pop há oito anos em grandes veículos de comunicação, com passagens pela Rede Record de Televisão e Rede Bahia (afiliada na Rede Globo na capital baiana). No RD1, assina o blog Por Trás da Mídia e é o responsável pela editoria de Famosos.

Envie ideias, críticas e sugestões de pauta para o e-mail brinco@rd1audiencia.com
______________________________________________________


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Não serão aceitos comentários preconceituosos, que façam propaganda e/ou spam de qualquer tipo. Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo ;)