Divulgação
“A Força do Querer” virou “Querer Sem Limites”

A Globo anunciou para o mercado internacional que “A Força do Querer” será sua maior atração na Mipcom, em Cannes. No evento que reunirá representantes de emissoras de TV do mundo todo, o canal pretende transformar a trama de Glória Perez em uma de suas produções recordistas de venda, assim como outros trabalhos da autora, como “Caminho das Índias” (2009) e “O Clone” (2001).

A emissora usou os dados de audiência do último dia 11, quando a trama atingiu números recordes, com 44 pontos de média e 58% de share, para endossar o sucesso do folhetim no Brasil, que deverá chegar ao fim em outubro com o maior ibope dos últimos 4 anos no horário nobre. O título internacional da história será “Querer Sem Limites”.

Apesar de retratar um período histórico conhecido praticamente apenas pelo público brasileiro, “Os Dias Eram Assim” também terá destaque na feira internacional. A Globo usou os dados de audiência para comprovar o sucesso da novela no país, e acredita que a história de amor retratada na trama é universal, independente de seu pano de fundo político.

De fora

Como informado pelo RD1, “Velho Chico” ficará de fora das feiras internacionais. Marcado pela trágica morte de Domingos Montagner, o folhetim de Benedito Ruy Barbosa abordou situações tipicamente brasileiras, como coronelismo, tradição patriarcal, disputa por terras e analfabetismo e foi considerado pela emissora como uma novela “difícil de vender”.

Na confiança

Com estreia agendada para novembro, “Apocalipse” já foi vendida para o Grupo Univision, nos Estados Unidos e Porto Rico, para a Televisa, no México, e para a Telefe, na Argentina. Chama a atenção o fato de essas emissoras terem comprado os direitos de transmissão sem mesmo terem acesso às primeiras gravações.

A trama, vale destacar, terá gravações em Nova York e Roma e promete aquecer o mercado estrangeiro.

Incerteza

De volta ao Brasil após uns dias de folga na Itália, Gugu Liberato não definiu o seu futuro na Record para o próximo ano – a parceria voltou a ficar na corda bamba. A conclusão da emissora é que, nesta temporada, o apresentador não atingiu os números esperados, diferente do que aconteceu em 2015 e 2016.

Fala-se também em uma insatisfação de Gugu, que há algum tempo vem reclamando da parceria com os bispos.

Talentos

Lara Cariello, que interpretou a filha dos personagens de Alinne Moraes e Vladimir Brichta em “Rock Story” (2016), viverá a filha de Glória Pires na primeira fase próxima da nova novela das 21h da Globo, “O Outro Lado do Paraíso”. Após uma passagem de tempo, sua personagem, Adriana, será encarnada por Julia Dalavia, liberada há poucos dias de “Os Dias Eram Assim”.

Pegada jovem

Prevista para o segundo semestre de 2018 na faixa das 19h, “Verão 90 Graus” chama a atenção por unir em sua autoria dois grandes nomes de produções voltadas ao público infanto-juvenil. Izabel de Oliveira, além de “Cheias de Charme” (2012) e “Geração Brasil” (2014), foi colaboradora de programas como “Estrela Guia” (2001), “Sítio do Picapau Amarelo” (2002) e “Malhação” (2004)

Já Paula Amaral, que divide os trabalhos com Izabel, já foi roteirista de “Caça Talentos” (1996), “Sandy & Júnior” (1999), “Malhação” (2002), além de séries e filmes protagonizados por Renato Aragão, como “O Segredo da Princesa Lili” (2007), “Poeira em Alto Mar” (2008) e “Acampamento de Férias” (2009).

Não aconteceu

Descrito nas primeiras chamadas de “A Força do Querer” como um homem ambicioso capaz de usar a própria filha, Cibele (Bruna Linzmeyer), em seu projeto de poder, Dantas ficou só na promessa e não mostrou a que veio na trama de Glória Perez.

Um desperdício para uma artista do tamanho de Edson Celulari, que está de volta à TV após se recuperar de um linfoma não-Hodgkin.

Quem também não aconteceu na trama das nove foi Mariana Xavier. Sua personagem, Biga, seria uma modelo plus size que desmistificaria o padrão de beleza da magreza, mas acabou virando revendedora de cosméticos e ‘orelha’ de Nonato (Silvero Pereira).

Mara Maravilha deixou de ser polêmica?

Controlando-se

Quem acompanha o “Fofocalizando” percebeu que Mara Maravilha vem se abstendo de comentar assuntos mais polêmicos, principalmente em relação aos homossexuais. Nesta semana, Leão Lobo criticou a liminar que permite que psicólogos ofereçam tratamento de “reversão sexual”. Ao cortar para a apresentadora, ela mudou imediatamente de assunto, não se sabe se por uma decisão própria ou por uma orientação do SBT.

Atraso

Nesta semana, o Ministério da Justiça reclassificou a novela “O Que a Vida Me Roubou” para não recomendada para menores de 14 anos. O que chama a atenção, no entanto, é que o SBT exibiu o último capítulo da trama há duas semanas, com classificação de 10 anos.

Interior

A Record Itapoan, na Bahia, comemora a liderança de seus programas locais nas manhãs. O “Bahia no Ar” ocupa a preferência dos telespectadores desde janeiro, entre 7h30 e 08h55, com 34,4% de participação. O “Fala Brasil”, exibido entre 08h55 e 10h, também ficou em primeiro lugar no mês de agosto, com 28% de share, assim como o “Balanço Geral Bahia”, assistido por 24% dos telespectadores durante o período.

Aviso

De volta ao RD1, a coluna “Curto-Circuito” passa a ser publicada todas as sextas-feiras.

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!