Globo ainda não bateu o martelo sobre a próxima reprise das 19h

Rock Story
Vladimir Brichta (Gui) e Nicolas Prattes (Zac) em Rock Story; novela é cotada para edição especial às 19h (Imagem: Estevam Avellar / Globo)

A Globo ainda não definiu o título que ganhará edição especial após a conclusão de Salve-se Quem Puder. A estreia da inédita Quanto Mais Vida Melhor, prevista para julho, foi adiada em decorrência da pandemia de Covid-19. Rock Story (2016) é forte candidata à reprise. Considerando, porém, o histórico de audiência e repercussão da faixa é possível “prever” que a emissora pode dispor de títulos como Morde & Assopra (2011), Sangue Bom (2013), Alto Astral (2014) e Pega Pega (2017).

Ontem (20), Nicolas Prattes publicou fotos dos bastidores de Rock Story. Colegas de elenco reagiram ao post. Caio Paduan e Danilo Mesquita questionaram: “Será?”. Alinne Moraes, João Vicente de Castro e Maicon Rodrigues também marcaram presença nos comentários. A repercussão dos produtos resgatados pela Globo durante a pandemia, e a consequente diminuição no ritmo de trabalho em seus estúdios, tem sido constante nas redes sociais dos contratados da casa.

Agora vai

Imunizada com as duas doses da vacina contra a Covid 19, Ana Lúcia Torre finalmente começou a gravar suas cenas em Quanto Mais Vida Melhor, agora prevista para o último trimestre – ou para os primeiros meses de 2022. A atriz de 75 havia sido poupada das gravações iniciais da trama, realizadas em janeiro, por conta do agravamento da pandemia no país.

Em cena

Quanto Mais Vida Melhor
Zezeh Barbosa (Tetê), Elizabeth Savala (Nedda) e Micheli Machado (Jandira) em Quanto Mais Vida Melhor; novela das 19h segue em gravação (Imagem: Reprodução / Instagram)

Quem também bate ponto nos sets de Quanto Mais Vida Melhor é Elizabeth Savala, intérprete de Nedda. A atriz surgiu em um Stories compartilhado por Micheli Machado, a Jandira. Zezeh Barbosa, encarregada de dona Tetê, marcou presença no clique. As três integram o núcleo de Neném (Vladimir Brichta), um dos protagonistas da comédia sentimental de Mauro Wilson.

Falando nisso 1

A ordem na Globo de finalizar completamente as gravações das próximas novelas antes da data de estreia, para não correr o mesmo risco de interrupção de Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder, terá como consequência obras desenvolvidas sem a intervenção do público. Um fator muito importante, se tratando de televisão aberta. É esperar para ver como a audiência vai se comportar…

Falando nisso 2

Com as edições especiais, a Globo ficou “desprovida” de material para o Vale a Pena Ver de Novo. Produções “de mais idade” ainda não reprisadas, como Tititi (2010), não causam impacto no público da faixa, que, a julgar pelo desempenho das últimas reapresentações, prefere títulos frescos na memória ou clássicos como Por Amor (1997) e Laços de Família (2000).

Era dos realities

Com realities shows em alta, a Endemol Shine Group nunca prestou tanto serviço para a televisão brasileira quanto hoje em dia. Além do licenciamento de formatos já consagrados como Big Brother Brasil, Dança dos Famosos, The Wall, Canta Comigo e MasterChef, entre muitos outros, a produtora ajuda a criar diversas ações de merchandising de marcas como Pantene, LG e Gilette para a TV.

Alguém se interessa?

Para promover o Casa Kaliman, o Globoplay liberou o segundo episódio do programa, com a participação do cantor Rodolffo, para não assinantes da plataforma. Ficará disponível gratuitamente até a próxima terça-feira (25).

A Namoradinha faz o caminho de volta

Exatamente um ano depois de deixar a Secretaria Especial de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Regina Duarte deixou as polêmicas de lado para celebrar a carreira que a manteve, por mais de 50 anos, como uma das maiores estrelas da dramaturgia nacional. No último domingo (16), a atriz relembrou os 33 anos de Vale Tudo (1988) respondendo perguntas dos fãs sobre a novela no Instagram.

Na próxima segunda-feira (24), às 19h, ela fará uma live na rede social para comemorar os 42 anos de Malu Mulher, série que abordou emancipação feminina no final dos anos 1970 através de temas como aborto, divórcio e a violência contra a mulher. A transmissão terá a participação de Narjara Turetta, que interpretou a filha da personagem Regina, a Elisa, na trama criada por Daniel Filho.

Duh Secco e Daniel RibeiroDuh Secco e Daniel Ribeiro
A coluna Curto-Circuito é assinada por Duh Secco e Daniel Ribeiro, editor-assistente e repórter especial do RD1, respectivamente, e reúne, de terça a sábado, logo cedinho, o que é e vai virar notícia nas próximas horas envolvendo os movimentados bastidores da TV.
Veja mais ›