Jornalista do SBT leva mordidas e arranhões durante reportagem e presta queixa; veja vídeo
Repórter e cinegrafista da TV Aratu, afiliada do SBT em Salvador, foram agredidos por mulher durante reportagem

Uma equipe da TV Aratu, afiliada do SBT em Salvador, foi agredida durante uma reportagem na manhã desta sexta-feira (16). A repórter Ticiane Bicelli e o cinegrafista Liberato Santana foram arranhados e mordidos.

De acordo com a emissora baiana, a agressão foi provocada por uma mulher de identidade ainda desconhecida. Enquanto gravava um vídeo sobre a cobrança do uso de banheiros no bairro da Calçada, em Salvador, a jornalista foi abordada pela mulher.

Ticiane e Liberato ficaram com marcas pelo corpo e decidiram prestar queixa na delegacia, que está apurando o caso. O equipamento da equipe — câmera filmadora e microfone — sofreu graves danos.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) afirmou que esta agressão “a integrantes da imprensa é um grave sintoma da violência que permeia a sociedade por atingir pessoas que são responsáveis por dar voz aos problemas desta mesma sociedade” e pediu o apoio da “Secretaria de Segurança Pública da Bahia para que a acusada seja identificada e julgada na forma da Lei”.

Confira o vídeo da agressão:


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!