Justiça suspende indenização de Felipe Castanhari a Marcius Melhem

Felipe Castanhari
Justiça toma decisão de última hora sobre processo de Marcius Melhem contra Felipe Castanhari (Imagens: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

O Tribunal de Justiça de São Paulo atendeu um pedido da defesa de Felipe Castanhari e suspendeu o pagamento de indenização de R$ 100 mil do youtuber ao comediante Marcius Melhem.

De acordo com as informações do UOL, na última segunda-feira (19), o juiz Valentino Aparecido de Andrade aceitou a apelação dos representantes de Castanhari e paralisou os efeitos da decisão em primeira instância:

“Processe-se a apelação em seu duplo efeito (devolutivo e suspensivo). Vista à parte contrária para contrarrazões”.

A briga judicial entre Marcius Melhem e Felipe Castanhari começou no dia 5 de dezembro de 2020, quando o empresário compartilhou um post no Twitter contra o ex-diretor da Globo.

“Não caiam nesse discursinho de merda do Marcius Melhem. Esse cara é um criminoso, um escroto, um assediador que merece cadeia por todo sofrimento que causou”, disparou na época.

Na ocasião, o youtuber se expressou sem ter qualquer provas do que falava, já que a denúncia ainda estava em âmbito interno da emissora carioca.

Além de Castanhari, Melhem abriu processos contra Danilo Gentili, Rafinha Bastos, Marcos Veras e a revista Piauí, responsável pela matéria relatando os supostos assédios do humorista contra funcionárias da Globo.

Primeira instância

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou Felipe Castanhari a pagar uma indenização de R$ 100 mil a Marcius Melhem. O youtuber ainda precisa publicar em suas redes sociais um texto em reparação a “dano moral, além de obrigá-lo a se abster de divulgar novas ofensas e informações falsas”.

Na época da decisão, em contato com a jornalista Cristina Padiglione, do jornal Golha de S. Paulo, Maricus Melhem comemorou: “Essa decisão é importante porque joga luz na cultura de cancelamento e ódio das redes sociais, que se apressam em pré-julgar, ofender e condenar de forma irresponsável”.

“É preciso mostrar que rede social não é terra de ninguém e também tem lei”, finalizou. O mesmo juiz que suspendeu a indenização condenou Castanhari a publicar em todas as suas redes sociais informações sobre o conteúdo da sentença.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›