Lady Gaga xinga muito no Twitter após Trump vetar trans nas Forças Armadas

Quando Donald Trump foi eleito, Gaga fez protesto em frente ao prédio do presidente

Lady Gaga, famosa mundialmente pela defesa da causa LGBT, ficou indignada com a decisão do presidente Donald Trump de vetar transgêneros nos serviços militares dos Estados Unidos. A popstar usou as redes sociais para detonar o líder norte-americano.

“A mensagem que você acaba de enviar ameaçou a vida de pessoas em todo os EUA e no exterior que estão servindo bravamente a nossa nação. Pesquisas dizem que ao menos 1/2 de estudantes do ensino médio, universitários e jovens empregados raramente/ nunca discutem com alguém sobre problemas mentais. Muitos desses jovens são transgêneros e sofrem diariamente exatamente com esse tipo de isolamento social e segmentação que a sua mensagem incentiva”, escreveu no Twitter.

“Sinceramente, você sabia que do grupo que você isolou hoje, 45% deles com idade entre 18 e 24 anos, já tentaram suicídio?”, questionou a cantora. “Dentro da comunidade Trans, muitos também são fortes e corajosos. Eles devem ser capazes de servir, se o desejarem, e serem honrados por isso, se o fizerem”, finalizou Gaga.

Trump não se pronunciou sobre as declarações de Lady Gaga. O republicano disse que tomou a decisão após “consultas” com especialistas. “Nossos militares devem se concentrar em vitórias decisivas e extraordinárias, e não podem se preocupar com os tremendos custos médicos e transtornos que seriam causados por transgêneros entre os militares”, escreveu o ex-apresentador de TV no Twitter.

Henrique Brinco é baiano, formado em Comunicação Social pela Unijorge, de Salvador. Atua no jornalismo desde 2008, passando pelas editorias de política, cidades, cultura e entretenimento em diversos portais de notícias, locais e nacionais. Foi por cerca de dois anos editor-chefe do site Varela Notícias, de Raimundo Varela, apresentador da Record Itapoan. Já foi colunista do RD1 anteriormente, por seis anos. Atualmente é repórter de política do jornal Tribuna da Bahia e do site BNews.

WordPress Lightbox