Claudia Jimenez em “A Vida Alheia” (2010), uma de suas parcerias com Miguel Falabella.
Claudia Jimenez em “A Vida Alheia” (2010), uma de suas parcerias com Miguel Falabella

“A Morada da Alegria”, série que Miguel Falabella prepara para as noites de domingo – e que ensaia reviver o “Sai de Baixo” (1996), hoje reprisado nas tardes de sábado –, deverá contar com Claudia Jimenez. Segundo informações da jornalista Patrícia Kogut, Falabella e Jimenez formarão uma casal na produção, ambientada num lar de idosos. Tatá Werneck também é cotada para o elenco.

A parceria dos atores é antiga. Além de atuarem juntos no “Sai de Baixo”, como Edileusa e Caco Antibes, Claudia e Miguel também foram colegas em “Negócio da China” (2008), “A Vida Alheia” (2010), “Aquele Beijo” (2011) e “Sexo e as Negas” (2014) – em todas estas produções, ele escrevendo e ela interpretando. No teatro, viveram um casal em “Batalha de Arroz num Ringue para Dois”.

“A Morada da Alegria” está a cargo do núcleo de Boninho, que vem de experiências frustrantes na faixa pós-“Fantástico”, como o humorístico “Tomara Que Caia” (2015) e o reality musical “Super Star” (2016). A intenção é ter uma série “gravada ao vivo”, como foi com o “Sai de Baixo”, que deixava passar batido pela edição eventuais “cacos” inseridos pelos atores no texto e falhas técnicas.

A expectativa é contar com Tatá Werneck como filha do personagem de Miguel Falabella – e, possivelmente, também de Claudia Jimenez. A atriz, contudo, está comprometida com as gravações de “Deus Salve o Rei”, próxima novela das 19h, com estreia prevista para janeiro de 2018. Já “A Morada da Alegria” ainda não tem data para ir ao ar; mas, provavelmente, integrará a grade do ano que vem.

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!