Namorada de Rafael Miguel se revolta com a imprensa após notícia falsa sobre prisão do pai

Rangel Querino - 28/10/2020
COMPARTILHE
Namorada de Rafael Miguel, Isabela Tibcherani criticou a imprensa após informação falsa da polícia sobre a prisão do seu pai, Paulo Cupertino, assassino do ator (Imagem: Reprodução / Instagram)

Namorada de Rafael Miguel e filha de Paulo Cupertino, acusado de matar o ator e os pais dele em junho de 2019, Isabela Tibcherani se pronunciou sobre as informações desencontradas sobre a prisão do pai. A jovem surgiu nas redes sociais inconformada com o desmentido da Polícia Militar do Paraná sobre ter encontrado o suspeito, foragido desde o ocorrido, poucas horas depois da confirmação.

“Incompetência, falta de responsabilidade emocional. Eu espero que ninguém de reportagem alguma entre em contato comigo novamente. Vocês não fazem ideia do que causaram, do tanto que chorei. Monstros incompetentes. Pra mim chega”, desabafou ela no post, que foi apagado em seguida.

A informação que Cupertino havia sido detido pela polícia tinha sido passada pelo delegado-geral de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, por volta do meio-dia desta quarta-feira (28). Veículos como Globo, Record e Band repercutiram a notícia, desmentida menos de duas horas depois. O comissário revelou que a Polícia Militar do Paraná, onde a captura teria ocorrido, havia se confundido, e com isso, o homem continua foragido. 

Utilizando um print da nota com a correção do G1, Isabela manifestou a sua revolta com a imprensa, que apenas reproduziu uma informação oficial dada pela polícia. “Com base na informação da polícia de São Paulo, o G1 chegou a noticiar a prisão de Paulo Cupertino. Essa notícia foi chamada com destaque no G1 e nas redes sociais do G1. E foi enviado um alerta por celular. Pelo erro, pedimos de E foi enviado um alerta por celular. Pelo erro, pedimos desculpas”, diz um trecho do texto publicado pelo site de notícias da Globo.

Paulo Cupertino é procurado por matar Rafael Miguel e os pais do jovem desferindo seis tiros nas vítimas. A motivação para o crime seria pelo fato de não aprovar o namoro da filha. Ele está foragido desde o dia do crime. 

Deixe sua opinião!