Nova temporada de “Malhação” terá cinco mulheres como protagonista; saiba mais sobre a trama

Cao Hamburger, autor da próxima temporada de “Malhação”

Uma pane nos trens do metrô de São Paulo une um grupo de garotas provenientes de bairros, classes sociais e raças diferentes. Cinco meninas de personalidades marcantes, independentes e donas de si; legítimas representantes do girl power, como também é conhecido o empoderamento feminino. Este é o ponto de partida da temporada 2017 de “Malhação“.

São cinco garotas que têm esse aspecto, mas sem desempoderar os meninos“, ressalta Cao Hamburger, responsável pelo roteiro da 25ª temporada da novela, em entrevista ao site “Notícias da TV”.

Entre os detalhes já divulgados está o perfil de uma das garotas: grávida, a adolescente decide encarar sozinha os desafios da maternidade, mas acaba entrando em trabalho de parto durante o incidente no metrô. A moça contará, então, com o auxílio das outras quatro jovens que conheceu. Uma delas será engajada em movimentos sociais e atos políticos.

Por se tratar de uma série tão longeva, é natural que alguns temas ou estratégias se repitam.  A opção por protagonistas mulheres, por exemplo, não é propriamente uma novidade, em se tratando de “Malhação”. A temporada 2007 centrou seus conflitos em três garotas, vividas por Thaila Ayala (Marcela), Fiorella Mattheis (Vivian) e Maria Eduarda Machado (Cecília). Marcada pelo insucesso, teve seu final precipitado.

A gravidez na adolescência também já foi abordada anteriormente, em diferentes temporadas: Marina (Natália Lage) em 1999, Bia (Fernanda Nobre) em 2001, e Angelina (Sophie Charlotte) em 2008 são os exemplos mais marcantes. A próxima fase também terá dois colégios, um público e outro particular, remetendo a “Malhação: Seu Lugar no Mundo”, no ar até julho deste ano.

No que depender de seu currículo, Cao tem credenciais suficientes para atingir seus objetivos. Ele tem forte ligação com o universo infanto-juvenil: é criador do clássico “Castelo Rá-Tim-Bum” e de “Pedro e Bianca”, série vencedora do Emmy Kids International, ambas produções exibidas na Cultura.

Já a direção caberá a Paulo Silvestrini, também adaptado ao mundo teen, já tendo capitaneado “Malhação” em 1997 e a série “Sandy e Junior”. Nos últimos anos, esteve ao lado de Amora Mautner em “Avenida Brasil” e A Regra do Jogo”. A temporada 2017 de “Malhação”, prevista para abril, será sua estreia como diretor artístico.

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.