OFICIAL: Globo adquire direitos do UFC

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

A novela acabou, os direitos do UFC pertencem a Globo agora. O desfecho dessa história surpreende por dois motivos: a emissora da família Marinho inicialmente demonstrou desinteresse pela modalidade; a Record dava como certa a aquisição.

Após um mês de longas negociações, a Globo ofereceu a melhor proposta aos organizadores, deixando pra trás SBT, Record, Band e RedeTV. O valor da transação é mantido em sigilo, mas comenta-se que há um “excesso de zeros” no número.

Entre as possíveis atrações está uma luta entre Cigano e Velásquez e uma edição totalmente brasileira. O contrato tem duração de 1 ano, ou seja, apenas para a temporada 2012.

A Globo deve transmitir apenas os combates mais procurados e conhecidos. O evento será transmitido na íntegra pelo Canal Combate, da Globosat, que tem os direitos até 2014.

O comentário do momento é que a Globo deverá repassar o UFC para o SBT. A Band, parceira histórica da rede carioca, também demonstrou interesse. O motivo maior que fez a Globo oferecer quase o triplo dos concorrentes foi evitar que a Record comprasse.

João Paulo Dell SantoJoão Paulo Dell Santo
João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email jpdellsanto@rd1.com.br.
Veja mais ›