Emissoras devem voltar à TV paga a partir de 1º de agosto

Está prevista para 1º de agosto a volta dos canais Record, RedeTV! e SBT ao line-up das operadoras de TV fechada. Estas, por sua vez, se preparam para lançar no próximo ano uma TV paga em streaming, formato consagrado pela Netflix (que fornece apenas filmes e séries). O presidente da Sky, Luiz Eduardo Baptista, deu mais detalhes sobre tais negociações em entrevista à “Folha de São Paulo”.

Primeiro se declarou guerra para depois vir conversar. A tendência é de aproximação. A gente está otimista de que possa chegar a um acordo”, comentou Baptista, que ressaltou a importância do novo representante da Simba, Ricardo Miranda, para a negociação: “O novo interlocutor, determinado por eles, é egresso de TV por assinatura. Entende que existe imposição legal para poder cobrar do cliente. Que temos limitações, que não é simplesmente a vontade de pagar ou não”.

Acho que está claro, para os participantes do Simba, que foi um desastre o que fizeram. Porque perderam audiência e anunciantes. […] No caso da Sky, a gente perdeu algo como 15 mil assinantes, que alegaram estar cancelando por isso. Mas a gente não fez disso um problema. Para quem tem seis milhões de assinantes, 15 mil, ainda que a gente não quisesse perdê-los, saiu relativamente barato”, concluiu.

Luiz Eduardo Baptista ainda anunciou o lançamento do DirecTV Now, em 2018. Trata-se da entrega de conteúdo linear (os canais da TV fechada) por meio de streaming – algo já testado e aprovado no exterior. A preocupação agora se dá por conta do serviço de banda larga no Brasil, de má qualidade em algumas regiões. A Sky também lançará cerca de cinquentas canais até o fim do ano.


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!