Otaviano Costa comemora volta ao SBT e dá spoilers do programa que apresentará

Otaviano Costa comemora volta ao SBT e dá spoilers do programa que apresentará (Imagem: Reprodução / YouTube)

Depois de 10 anos consecutivos na Globo, Otaviano Costa está de volta ao SBT e prestes a apresentar um reality gastronômico semanal. O novo contratado comemorou esse reencontro nostálgico com a emissora e deu detalhes do novo programa.

O apresentador se emocionou ao falar do canal comandado por Silvio Santos: “Quando eu volto pra cá, que pra mim, é a casa dos grandes comunicadores, é muito emocionante. Quem trata isso aqui como algo sagrado como eu trato, é mágico”.

Otaviano se mostrou honrado e animado com o Cozinhe Se Puder, que tem um formato bastante inusitado: “Talvez tenha sido o formato mais desafiador da minha vida, mais que qualquer programa diário que já apresentei”.

Apesar do desafio de exaltar mais seu lado de comunicador, o marido de Flavia Alessandra não esmoreceu e contou o que o público pode esperar: “A experiência de entrar em um local que eu não conhecia, me fez aprender mais com eles do que talvez eles comigo… Sempre com muito humor! O público vai se divertir”.

A primeira temporada do programa se chamava apenas Mestres da Sabotagem e era comandada por Sérgio Marone. A segunda edição começa no sábado (7), às 22h30 no SBT.

Confira:

Otaviano Costa fala pela 1ª vez o motivo do fim do Amor & Sexo

No PodDelas, ele também comentou sobre o fim do Amor & Sexo. Segundo o famoso, o formato saiu do ar em 2018 por causa do conservadorismo do país, antes mesmo do resultado das eleições presidenciais.

A gente estava encontrando um Brasil muito conservador aí de novo em uma pré-eleição. A gente começou a enfrentar muitas durezas, muitas discussões. Começaram a inverter um pouco a polaridade e o [programa] começou a ficar mais político do que entretenimento. Aí não deu certo”, declarou ele.

O marido de Flávia Alessandra, então, lembrou que o fim do programa aconteceu exatamente no período das eleições presidenciais de 2018. “A Fernanda Lima se posicionou politicamente, houve todo um processo político externo que acabou atingindo o processo do programa”, contou ele.

O programa também, somado a isso, também encontrou um certo limite criativo. A gente já tinha feito tudo. Quando o Edu Sterblitch entrou, que tentou enlouquecer mais ainda, eu fiquei pelado no primeiro episódio. Onde vamos mais depois disso? O Edu é genial, mas tem uma hora em que a gente se pergunta até onde podemos ir”, seguiu.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.