Paulo Henrique Amorim compara William Waack a Boris Casoy e detona ele: "Bárbaro preconceituoso"
Paulo Henrique Amorim detonou William Waack

Paulo Henrique Amorim aproveitou o caso envolvendo William Waack para novamente atacar a Globo. Em seu blog, o “Conversa Afiada”, o jornalista da Record comparou a situação do apresentador do “Jornal da Globo” com a que viveu Boris Casoy, que se envolveu em uma polêmica com garis.

No post “Todo Boris um dia solta a franga”, PHA reproduz artigo de Fernando Brito, do “Tijolaço”, para detonar o comunicador: “O suposto intelectual, de aparentes maneiras chiques, quando as luzes não estão acesas é um bárbaro preconceituoso e cruel, revelando não ter só os maus modos que quer julgar mas, mais que isso, revela-se sem humanidade”.

O texto também apelida Waack de “apresentador irônico e impiedoso”, que está sendo acusado de racismo após o vazamento de um vídeo feito nos bastidores do noticiário noturno.

“Está, claro, desgraçado profissionalmente para o resto da vida. Colheu o que plantou, se dispondo a ser intérprete do reacionarismo. Porque este papel o faz falar e pensar pelos que pensam, mas não falam”, continua.

O artigo ainda afirma que William será “jogado fora” pela Globo e diz ter “pena dele”. “Buzinou quando não devia, de uma forma em que não devia, toda a sua incivilidade, sua desumanidade. No conceito que ele professa, e não eu, “fez coisa de preto”. O que prova, talvez, que todos sejamos iguais. Mas isso vai além de seu entendimento, como parte da elite de merda que este país formou”, encerra.

Saiba Mais:

Responsáveis por vazamento de vídeo de William Waack falam pela primeira vez

Bruno Gagliasso e Cris Vianna detonam William Waack em rede social

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!