Alexandre Avancini deixa direção de “O Apocalipse”; Edson Spinello assume posto

Após dois anos investindo incessantemente no filão bíblico, a Record vai mudar de ares. Em termos. Embora mantenha a inspiração no livro sagrado, “O Apocalipse”, com estreia prevista para dezembro na sequência de “O Rico e Lázaro”, será ambientada num futuro próximo, longe de desertos, tendas e ruínas. A novela também ganhou novo diretor: sai Alexandre Avancini, entra Edson Spinello.

Informações divulgadas nesta quarta-feira (8), em diferentes veículos, dão conta de que a sinopse apresentada por Vivian de Oliveira, autora de “Os Dez Mandamentos”, é ambientada num “futuro próximo”. A busca por novidades tecnológicas que possam ser inseridas no enredo, como “ferramentas futuristas”, está mobilizando a equipe da novela; a ideia é se aproximar da série “Black Mirror”, da Netflix.

À frente deste trabalho, estará Edson Spinello, parceria de Vivian de Oliveira em “Rei Davi”. Fora da Record desde 2014, após a pouco lembrada “Balacobaco”, Edson retorna para substituir Alexandre Avancini, deslocado para a direção da trilogia de filmes sobre o bispo Edir Macedo, proprietário da emissora e líder da Igreja Universal – que pode ser vivido nos cinemas por Petrônio Gontijo.

O elenco de “O Apocalipse” deve entrar em estúdio no segundo semestre. Ainda não há nomes confirmados; especula-se que a novela poderá contar com Thaís Melchior, Thaís Fersoza, Sidney Sampaio, Sérgio Marone, Paloma Bernardi, Leonardo Miggiorin e Miriam Freeland, recém-saída da Record. A emissora também negocia com o polêmico casal André Gonçalves e Danielle Winits; já Leonardo Vieira recusou o convite.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA