Record comete erro grosseiro ao falar sobre a trajetória de Marcos Mion

COMPARTILHE
Record comete erro grosseiro ao falar sobre a trajetória de Marcos Mion (Imagem: Divulgação / RecordTV)

O “Fala Brasil” – telejornal exibido nas manhãs da RecordTV – cometeu um erro pra lá de grosseiro na última segunda-feira (17). Em uma das matérias exibidas, o jornalístico acabou trazendo à tona uma informação errônea acerca da trajetória de Marcos Mion, contratado da emissora.

A reportagem, que tinha como intuito repercutir a participação especial do artista na novela “Topíssima”, ao relembrar a atuação de Mion em “Bicho do Mato”, informou que o apresentador interpretou Juba na trama, o que não é verdade.

Marcos, no folhetim exibido entre 2006 e 2007, na verdade deu vida a Emílio Redenção, que por sua vez, era o vilão da história. Juca, a propósito, foi interpretado pelo ator André Bankoff.

Nas redes sociais, alguns internautas repercutiram o erro. “Marcos Mion fez papel de Emílio e não de Juba”, disse uma usuária do Twitter. “Erro no Fala Brasil, Mion não era Juba, era Emílio, primo dele que era o protagonista vivido por André Bankof”, comentou outro.

Assista:

Record é acusada de “sequestrar” envolvidos no caso Rafael Miguel

A Record está sendo acusada de “sequestrar” entrevistados dos casos Neymar Jr e Rafael Miguel para obter exclusividade nas declarações. O objetivo seria ficar com os furos de reportagem só para ela, afastando os envolvidos da equipe da Globo.

De acordo com o jornalista Daniel Castro, do site Notícias da TV, na última quarta-feira (12), Luiz Bacci entrevistou a sogra do ator Rafael Miguel, morto pelo sogro com os pais, e a “escondeu”. O mesmo foi feito com a namorada da vítima, Isabela Tibcherani.

Vanessa Tibcherani de Camargo, mulher de Paulo Cupertino Matias, acusado pelo crime, foi levada do aeroporto de Congonhas pela produção para a sede da Record na Barra Funda, em São Paulo, e a reportagem foi feita em um pátio da emissora.

Ela não foi entrevistada no estúdio com Bacci para evitar que as demais emissoras concorrentes soubessem onde ela estava e obtivessem declarações suas na saída. O canal optou por fazer a entrevista como se a mulher estivesse em outro local.

Foi usado um fundo neutro, com planos fechados, para que ela conversasse ao vivo com Luiz Bacci. Com Isabela Tibcherani, aconteceu a mesma coisa. Segundo Daniel Castro, ela foi “sequestrada” pela Record após o enterro do namorado.

Isabela foi levada para um lugar secreto, onde falaria ao vivo com o apresentador do “Cidade Alerta”. Com os demais canais, ela conversou quando estava no caminho, sendo impedida por outras pessoas que estavam ao seu redor, como se não quisessem que ela falasse.

Najila Trindade passou pela mesma situação na última segunda-feira (10). Ela foi levada para um local secreto para falar ao vivo com Luiz Bacci e deu a sua entrevista exclusiva à Record em um escritório de advocacia. Procurada pelo RD1, a assessoria da Record informou que não vai comentar o assunto.

Álvaro Penerotti sempre foi bastante engajado a tudo que envolve o mundo da TV e Famosos. Com intensa vivência na área de jornalismo e mídias sociais, já trabalhou em rádio e também em importantes veículos de comunicação na web. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @AlvaroPenerotti.

Leave a Comment

Últimas Notícias

  • Tiago Abravanel

Tiago Abravanel fala sobre quarentena ao lado do esposo

JUNTOS O TEMPO TODO ➤SAIBA MAIS

5 horas atrás
  • Henrique Fogaça

Henrique Fogaça se pronuncia após fechamento de restaurante e demissões

CHEF QUEBROU O SILÊNCIO ➤SAIBA MAIS

5 horas atrás