Renan Calheiros proíbe TV Senado de exibir ao vivo manifestações em Brasília

Manifestantes subiram no teto do Congresso
Manifestantes subiram no teto do Congresso

A relação entre os manifestantes que vêm ocupando ruas de todo o país e a mídia está cada vez mais estremecida. Além de protestos contra a Globo e do incêndios criminosos contra carros de SBT e Record, a ‘desavença’ ganhou um novo – e polêmico – capítulo.

publicidade

De acordo com o colunista Flávio Ricco, a TV Senado, emissora de propriedade do Estado, foi proibida de transmitir imagens da manifestação ocorrida em Brasília na noite da última quarta-feira (19). O veto teria partido de Renan Calheiros, presidente do Senado.

Os funcionários da TV teriam chegado a montar uma estrutura para transmitir os protestos ao vivo, mas Calheiros teria proibido a ação e ordenado que os equipamentos fossem recolhidos. Somente a transmissão via Internet de boletins sobre a manifestação teria sido autorizada pelo Senador, que era um dos alvos de cartazes e gritos da multidão.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Consultada por Ricco, a assessoria do senador não se manifestou acerca do assunto.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.