Saiba por onde andam os atores do seriado “Mundo da Lua”

Após 22 anos de sua estreia, "Mundo da Lua" continua conquistando gerações
22 anos  após a estreia, “Mundo da Lua” continua conquistando gerações

Em parceria com a Rede Globo e o Sesi, a TV Cultura produziu entre os anos de 1991 e 1992 o seriado “Mundo da Lua”. Voltado para o público infantil, a história de Lucas Silva e Silva (Luciano Amaral) conquistou telespectadores de todas as idades e se tornou um marco na televisão brasileira.

A trama aborda o universo imaginário de Lucas, um garoto que, após ganhar um gravador de seu avô Orlando (Gianfrancesco Guarnieri), começa a visualizar as situações em uma realidade paralela. Muitos temas sociais foram retratados na série, que completa este ano 22 anos no ar. Saiba por onde andam os atores:

"Alô, alô... planeta terra chamando!"
“Alô, alô… planeta terra chamando!”

Luciano Amaral

Protagonista da história, Luciano Amaral tinha 11 anos de idade quando começou a gravar o “Mundo da Lua”, seu primeiro trabalho na telinha. Após o fim da série, o ator foi chamado para interpretar o Pedro do seriado “Castelo Rá-Tim-Bum”. Em 1996, Amaral ganhou um papel na novela “Razão de Viver”, do SBT.

Atualmente com 33 anos, Luciano integra o casting da PlayTV e trabalha como dublador na empresa “Level Up! Games”, mas também já atuou como apresentador em várias atrações ao longo de sua carreira na TV, como “Turma da Cultura” (1997) e o “Band Kids”, em 2007. O Lucas Silva e Silva, no entanto, se tornou o seu trabalho mais conhecido.

Fagundes vivia dois papeis simultâneos na TV
Fagundes vivia dois papeis simultâneos na TV

Antônio Fagundes

Emprestado gentilmente pela direção da Globo, Antônio Fagundes interpretou o Rogério Silva, pai de Lucas. O ator, um dos mais requisitados pela dramaturgia global, se dividia entre dois personagens na época: o vilão Felipe Barreto de “O Dono do Mundo” (Globo, 1991) e o paizão da família Silva. Era, no mínimo, curioso ver o veterano em dois papeis tão diferentes simultaneamente.

Fagundes atualmente vem roubando a cena no horário nobre da Globo na pele do empresário César, que certamente precisa aprender muito com o Rogério.

Mayana Blum deixou a TV após o fim do seriado
Mayana Blum deixou a TV após o fim do seriado

Mayana Blum

Apesar de ser lembrada pelo público por ter interpretado a Juliana, irmã de Lucas, Mayana Blum estreou na TV em 1989, na minissérie “O Cometa”, de Manoel Carlos. Seu papel em “Mundo da Lua”, no entanto, foi o segundo e último de sua carreira artística.

Mesmo recebendo convites para atuar ao longo dos últimos anos, Mayana decidiu deixar a TV e atualmente trabalha em um hospital em Osasco (SP). Filha do compositor Zé Rodrigues e da atriz Norma Blum, a “fã” do grupo Big Bad Boys é casada.

Mira Haar atualmente se dedica ao teatro
Mira Haar atualmente se dedica ao teatro

Mira Haar

Apesar de ser confundida por muitos com a atriz Cristina Mutarelli, Mira Haar não interpreta a Priscila de “Amor à Vida”. A atriz, que deu vida à Carolina, mãe de Lucas, tem poucos trabalhos na telinha. Antes do “Mundo da Lua”, ela atuou nas minisséries “A Máfia no Brasil” (1984) e “Abolição” (1988).

O trabalho mais recente de Mira na TV foi na série “Mulher de Fases” (HBO), na pele da Hilda. A atriz foi uma das fundadoras da companhia teatral Pod Minoga e faz apresentações em várias cidades.

Guarnieri nos deixou em 2006
Guarnieri nos deixou em 2006

Gianfrancesco Guarnieri

Assim como Antonio Fagundes, Gianfrancesco Guarnieri foi emprestado pela Globo para interpretar o Orlando, avô do Lucas. Considerado um dos maiores atores de sua geração, Guarnieri nos deixou em 2006, quando tinha 71 anos de idade.

O ator se destacou em várias novelas antes e depois do seriado, como “Rainha da Sucata” (1990), “O Mapa da Mina” (1993), “A Próxima Vítima” (1995), “Terra Nostra” (1999), “Esperança” (2002) e “Belíssima” (2006). Gianfrancesco, aliás, deixou sua marca em várias emissoras brasileiras como TV Excelsior, TV Tupi, Record, Band, SBT, entre outras.

 

MAIS LIDAS

Daniel Ribeiro
Daniel Ribeiro cobre televisão desde 2010. No RD1, ao longo de três passagens, já foi repórter e colunista. Especializado em fotografia, retorna ao site para assinar uma coluna que virou referência enquanto esteve à frente, a Curto-Circuito. Pode ser encontrado no Twitter através do @danielmiede ou no [email protected]
Veja mais ›