Stranger Things é boa, mas está longe de ser genial
“Stranger Things” virou fenômeno na internet

Muitos internautas praticamente surtaram com a primeira temporada de “Stranger Things”, da Netflix.

Nos primeiros dias, eu confesso que não pensava em assistir à série, mas com tantos comentários e elogios nas redes sociais, esta tarefa tornou-se basicamente impossível. Nada mais acontecia no planeta.

Apesar de uma certa preguiça inicial, vi o piloto e gostei da premissa. Antes que me questionem nos comentários ou no Twitter, finalizei a temporada — apenas oito episódios — e me diverti. A série é boa, mas está longe — bastante, eu diria — de ser genial.

Nas redes sociais, li algumas comparações entre “Stranger Things” e “Game of Thrones”. Jura? Não exagerem, por favor. A produção da Netflix é interessante. Eu, por exemplo, recomendaria a algumas pessoas. Porém, sem este desespero espalhado pela internet.

O sucesso do seriado acontece graças a um truque inteligente, porém, óbvio. Os criadores, Matt Duffer e Ross Duffer, uniram diversas referências aos anos 80 — época em que a série acontece — e apostaram em uma trama que mistura mistério, suspense com o lúdico do universo infantil. Os filmes da “Sessão da Tarde”, da Globo, seguem fórmula similar.

Tudo indica que a Netflix fará a segunda temporada. E eu já aviso: pretendo assisti-la. Odeio abandonar séries. Mas “Stranger Things” está longe de ser uma produção impressionante e digna de todos os aplausos da crítica especializada.

No entanto, é preciso destacar a atuação impressionante de Millie Bobby Brown (Eleven). Aliás, Winona Ryder, que interpreta Joyce Byers, tem um grande retorno à Hollywood.

Aos mais perdidos, a história gira em torno do desaparecimento de Will Byers (Noah Schnapp) e a descoberta de um mundo paralelo e sombrio — com um toque de ficção científica.

______________________________

Leonardo Azzali (@LeoAzzali) é formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo. Já trabalhou no Yahoo! Brasil e no Portal R7, além do RD1.

Quer entrar em contato? Mande um e-mail para leo@rd1audiencia.com

______________________________

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!