Substituta de “Senhora do Destino” em “Vale a Pena Ver de Novo” segue indefinida; três títulos disputam a faixa

“Alma Gêmea”, “Cordel Encantado” e “Fina Estampa” são favoritas à vaga de “Senhora do Destino”.
“Alma Gêmea”, “Cordel Encantado” e “Fina Estampa” são favoritas à vaga de “Senhora do Destino”

A Globo trabalha com três títulos para substituir “Senhora do Destino” em “Vale a Pena Ver de Novo”. De acordo com o portal “Talk TV”, a trama de 2004 chega ao fim dia 1º de setembro, podendo ser substituída por “Alma Gêmea” (obra de Walcyr Carrasco), “Cordel Encantado” (de Duca Rachid e Thelma Guedes) ou “Fina Estampa” (assim como “Senhora”, também escrita por Aguinaldo Silva).

O RD1 apurou que a decisão sobre o próximo cartaz da faixa não deve demorar – e “Alma Gêmea” desponta como preferida, no momento. Antes de chegar aos três títulos de agora, a emissora avaliou “Páginas da Vida” (2006), “Paraíso” (2009), “Ti Ti Ti” (2010), “Morde & Assopra” (2011) e “Escrito Nas Estrelas” (2010), de Elizabeth Jhin, vista por um bom tempo como favorita à vaga em aberto com o término de “Senhora do Destino”.

Produzida em 2005 e já reapresentada em 2009, “Alma Gêmea” está na fila para reexibição desde o ano passado, quando foi cogitada para substituir “Anjo Mau” (1997). Na época, executivos da emissora teriam desistido da reapresentação em razão das semelhanças do folhetim com “Eta Mundo Bom!”, também de Walcyr Carrasco, então no ar às 18h.

A trama gira em torno da história de amor transcendental de Rafael (Eduardo Moscovis) e Luna (Liliana Castro). Assassinada num plano diabólico arquitetado por sua prima, Cristina (Flávia Alessandra), a bailarina reencarna no corpo da índia Serena (Priscila Fantin), que deixa a tribo guiada por lembranças do passado que a levam até Rafael.

Já “Cordel Encantado”, exibida em 2011, consagrou o texto de Duca e Thelma – que retornam ao horário das 18h no segundo semestre do ano que vem – e a direção de Amora Mautner. Mistura de fábula com cordel, a novela narra a história de amor de Açucena (Bianca Bin), que desconhece sua origem nobre, e Jesuíno (Cauã Reymond), filho de um cangaceiro.

“Cordel” lançou Domingos Montagner, falecido em setembro de 2016, ao estrelato. Na pele do Capitão Herculano, o ator mobilizou a atenção do público, se tornando o grande nome da produção, que conta ainda com Bruno Gagliasso, Nathalia Dill, Débora Bloch, Carmo Dalla Vecchia, Zezé Polessa, Marcos Caruso, Osmar Prado, Luiza Valdetaro, Reginaldo Faria, Claudia Ohana e Berta Loran, dentre outros.

Por fim, “Fina Estampa”, também lançada em 2011, concebida na primeira MasterClass ministrada por Aguinaldo Silva – o mesmo curso que rendeu o polêmico debate sobre a autoria de “O Sétimo Guardião”, sua próxima novela. Apesar do êxito (39 pontos de média), a novela sofreu críticas de setores especializados em razão dos poucos apelos dramáticos e pela direção de Wolf Maya, nada inspirada.

O enredo ganha força quando a “faz-tudo” Griselda (Lilia Cabral) ganha na loteria, passando a enfrentar, em pé de igualdade, a milionária Tereza Cristina (Christiane Torloni), com quem disputou o mesmo homem (Renê, de Dalton Vigh). A rivalidade das duas nasceu no mesmo momento em que seus filhos, Antenor (Caio Castro) e Patrícia (Adriana Birolli), começaram a se relacionar.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›