TSE nega direito de resposta de Jair Bolsonaro contra a Globo

TSE nega pedido de Jair Bolsonaro para responder a Globo
Bolsonaro teve pedido de direito de resposta na Globo negado (Imagem: Reprodução / Globo)

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou na noite da última terça-feira (18), por unanimidade, a representação do candidato do PSL à presidência da República, Jair Bolsonaro, contra a Globo.

O político pediu direito de resposta contra uma nota editorial lida no “Jornal Nacional” na qual foi afirmado que Bolsonaro mentiu ao dizer que a emissora receberia “bilhões” em propaganda oficial do governo.

Os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos afirmaram, em nota, que a receita da emissora com propaganda governamental durante um ano não alcançava a casa dos bilhões e equivaleria a apenas 4% do total arrecadado com publicidade.

O candidato pediu direito de resposta garantindo que dados do Portal da Transparência apontava que entre os anos 2000 e 2016 a emissora teria recebido R$ 10,2 bilhões em publicidade de órgãos oficiais do governo.

No julgamento, os ministros mantiveram as decisões do colega Carlos Horbach, que está analisando os processos relacionados à propaganda eleitoral, e rejeitaram os pedidos da campanha do capitão da reserva.

Saiba Mais:

Ex-RBD Alfonso Herrera adere à campanha contra Bolsonaro

Anitta se revolta após ter nome vinculado a Bolsonaro e alfineta filho do candidato

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com

WordPress Lightbox