Viúva de MC Sapão fica financeiramente desamparada e processa empresários

MC Sapão
Viúva de MC Sapão processa empresários do cantor (Imagem: Reprodução / Instagram)

Alessandra Araújo, viúva do MC Sapão, tem enfrentado uma verdadeira batalha judicial desde a morte do marido, em 2019, após complicações de uma pneumonia. Casada com o funkeiro por 17 anos, ela viu seus recursos financeiros serem cessados, com a interrupção dos pagamentos relativos aos cachês ainda devidos e por conta do descaso da Arca A, empresa vinculada ao cantor.

Fiquei com uma conta de luz astronômica, recebi aviso de corte. Quem pagou a minha luz foi o Dennis DJ, que era muito amigo do Jefferson“, contou em entrevista ao UOL. A briga, entretanto, vem desde que o MC era vivo, quando, segundo ela, eles viveram um “pesadelo“.

Agora ela luta para receber remunerações de shows que ele fez pouco antes de morrer e para ter acesso à uma prestação das contas do marido. Porém, por nunca terem se casado no civil, os empresários não a reconheceram como mulher do artista. “Me trataram como um nada, como se eu fosse uma louca qualquer“. lamentou.

Agora, munida de um documento que comprova a união estável, ela se mostra chateada: “Era uma união pública e notória. Eu acompanhava meu marido nos shows, viajávamos. Poxa, a gente tem quatro filhos, quase 20 anos juntos. Todo mundo sabia“.

No processo, a advogada de Alessandra, Maria Amélia Chimenti, questionou os descontos feitos pela empresa nos cachês do MC.

Eles fizeram assim: a turnê rendia x e tinha os custos y, mas esse dinheiro virou um crédito. Diziam que ele tinha um crédito de tanto, mas ele não recebia o dinheiro“, explicou a defensora. Ela pontua ainda que os valores, corrigidos, somariam mais de R$ 150 mil.

Eles juntam nos autos uns recibos avulsos, daqueles de papelaria. Colocam uma pessoa que fazia transporte das crianças por R$ 1,4 mil, mas cadê o recibo? Dizem que depositavam em conta direto. É tudo muito estranho“, comentou.

A Arca A é liderada por grandes empresários da indústria de entretenimento. Entre os sócios estão: Tuka Carvalho, dono da rádio FM O Dia, Adriana Araújo, diretora artística da emissora, e Alexandre Ramalho, que tem experiência na gestão de carreira de artistas e trabalhou em gravadoras.

A companhia, inclusive, gerencia carreiras como as de Pixote, Gustavo Mioto e Imaginasamba.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›